EDUCAÇÃO BRASILEIRA: APRENDIZAGEM, DESENVOLVIMENTO, AVALIAÇÃO E AVALIADOS

DOI:

https://doi.org/10.17564/2316-3828.2021v10n3p468-474

Autores

  • Renan Antônio da Silva Centro Universitário do Sul de Minas - UNIS e Universidade de Mogi das Cruzes
  • Pedro Demo Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Educação, Aprendizado, Formação

Publicado

2021-11-27

Downloads

Downloads

Não há dados estatísticos.

Edição

Seção

Artigos

Resumo

A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. A complexidade do modelo federativo brasileiro, as lacunas de regulamentação das normas de cooperação e a visão patrimonialista que ainda existe em muitos setores da gestão pública tornam a tarefa do planejamento educacional bastante desafiadora.

Biografia do Autor

Renan Antônio da Silva, Centro Universitário do Sul de Minas - UNIS e Universidade de Mogi das Cruzes

Pós – Doutor em Educação (2020) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Pós – Doutor em Ciências Sociais (2019) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/ Marília). Pós – Doutorando pelos seguintes Programas de Pós – Graduação: História pela University of Warwick (Reino Unido), Ciências Sociais pela Universidade de Santiago de Compostela (Espanha), Educação pela Universidad de Sevilla (Espanha),Ciências Sociais e do Comportamento pela Universidade da Coruña (Espanha), Direitos Humanos e Cidadania pela Universidade de Brasília (UnB); Educação pela Universidade Estadual Do Sudoeste Da Bahia (UESB), Educação pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) e Políticas Públicas pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Doutor em Educação Escolar (2018) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/ Araraquara). Realizou o Estágio Doutoral (Doutorado Sanduíche) com bolsa CAPES/PDSE, junto ao Centro em Investigação Social (CIS) pelo Instituto Universitário de Lisboa – ISCTE – Portugal (2015-2016), sob processo de número 99999.006746/2015-02. Mestre em Desenvolvimento Regional e Políticas Públicas (2014). Licenciado em Ciências Sociais (2011). Participa, como pesquisador das Cátedras Unesco – José Saramago, Universidade do Vigo (Espanha), Research and Social Responsibility in Higher Education, University of Victoria (Canadá) e Intangible and Tradicional Know-how: Linking Heritage (Universidade de Évora). Participa da Cátedra Ignacy Sachs · Ecossociodesenvolvimento (PUC/SP). Tem experiência na área de Antropologia, atuando principalmente em soluções inovadoras e com potencial de frugalidade voltadas às Políticas Públicas em Educação, com foco na inclusão educacional.Docente Permanente no Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas (PPG-PP) da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) com bolsa PNPD/CAPES. Líder no Grupo de Pesquisa em Educação, Cultura, Memória e Arte (GPECUMA) – UNESP, UNIS, UMC, PUC/SP e UNESCO. Vice-Líder no Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas (GRUPPU/ UMC). Pesquisador no Grupo Grupo de Investigación Escritoras y Escrituras – Universidad de Sevilla. Pesquisador no Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual na Educação (NUDISE/UNESP). Pesquisador Associado em dois projetos na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Pesquisador no Departamento de Pesquisa do Centro Universitário do Sul de Minas (Unis). Consultor no United Nations Educational, Scientific, and Cultural Organization (UNESCO). Foi Professor – Visitante na Universidade Estadual do Tocantins (UNITINS). Publicou mais de 60 artigos científicos, 18 capítulos de livros, 7 livros e organizou outras 5 obras. Escreve e pesquisa ao lado dos renomados professores Dra. Maria Cecília de Souza Minayo (Fiocruz) e Dr. Pedro Demo (UNB). Recebeu os seguintes prêmios e honrarias: Título Cidadania Uberabense, pela Câmara Municipal de Uberaba (2009); Indicação para receber a Medalha Rui Barbosa (2017); Projeto de doutorado aprovado com louvor na VII Escuela de la Red de Posgrado en Infancia y Juventud RedINJU (2017); Moção de Aplauso do Conselho Tutelar de Matão/SP (2020), Moção de Aplauso do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (2020), Placa Comemorativa da Etec Taboão da Serra (2020), Moção de Aplauso pela Câmara Municipal de Mauá (2020), Título de Cidadão Honorário Mauaense (2020) e Título de Cidadão Honorário Ribeirãopirense (2020). Membro editorial em 8 periódicos. Avaliador Ad Hoc em 33 revistas científicas, destacando os seguintes periódicos: Educação e Pesquisa USP (Qualis A1), Revista Ciência & Saúde Coletiva Fiocruz (Qualis A1) e Educational Philosophy and Theory (Qualis A1 – Fator de impacto: 0.864 – 2017). Revisor em 3 agências de fomento: CAPES, FAPESP e da Association for students and alumni of Erasmus Mundus Master (2015 – 2016). Associado na Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, a ANPEd.

Pedro Demo, Universidade de Brasília

Possui graduação em Filosofia - Bom Jesus (1963) e doutorado em Sociologia - Universität Des Saarlandes/Alemanha (1971). Professor titular aposentado da Universidade de Brasília, Departamento de Sociologia. Professor Emérito. Fez pós-doutorado na UCLA/Los Angeles (1999-2000). Tem experiência na área de Política Social, com ênfase em Sociologia da Educação e Pobreza Política. Trabalha com Metodologia Científica, no contexto da Teoria Crítica e Pesquisa Qualitativa. Pesquisa principalmente a questão da aprendizagem nas escolas públicas, por conta dos desafios da cidadania popular. Publicou mais de 90 livros.

Como Citar

da Silva, R. A., & Demo, P. (2021). EDUCAÇÃO BRASILEIRA: APRENDIZAGEM, DESENVOLVIMENTO, AVALIAÇÃO E AVALIADOS. EDUCAÇÃO, 10(3), 468–474. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2021v10n3p468-474

Referências

DEMO, Pedro, 1941. Educar pela pesquisa. 2. ed. Campinas-SP: Autores associados, 1997. (Coleção educação contemporânea).

AMARTYA, Sen. O desenvolvimento como expansão de capacidades. Lua Nova, São Paulo , n. 28-29, p. 313-334, abr. 1993 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-64451993000100016&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 14 jan. 2020. https://doi.org/10.1590/S0102-64451993000100016.