A INFLUÊNCIA DA MÍDIA NA EDUCAÇÃO: análise a partir da perspectiva do ensino-aprendizagem no mundo ciber

  • Alícia Macedo Santana Universidade Tiradentes
  • Letícia Barbosa Goís Universidade Tiradentes
  • Marlton Fontes Mota Universidade Tiradentes
  • Clécia Lima Ferreira Universidade Tiradentes
Palavras-chave: Educação, Cibercultura, Humanização, Comunicação, Formação.

Resumo

A realidade comunicacional vem sendo adaptada à intensa movimentação cultural promovida por uma cultura híbrida e globalizada. A criação de espaços de interações e compartilhamento de saberes, fluidos e em tempo presente, são características marcantes da cibercultura que propõem um novo olhar sobre letramento e o processo de alfabetizar. Com base na pesquisa bibliográfica, aplicando o método exploratório, o texto propõe a reflexão sobre a necessária adaptação do processo de ensino-aprendizagem aos novos parâmetros de construção de saberes na atualidade, a partir do letramento digital por conta do advento da evolução tecnológica. Nesse contexto, o papel do educador tende a se readaptar, contribuindo para que as práticas educativas sejam efetivadas, sob o espeque da formação cidadã, fomentando o pensamento crítico autônomo do aluno. Os novos cenários de aprendizagens em ambientes virtuais são resultados de um processo adaptativo docente, que interage na constância dos movimentos culturais. A pesquisa concluiu sobre a importância da interferência permanente da educação para o processo de humanização e de leitura do mundo, a partir do conhecimento compartilhado, enfatizado pela proposta de criticidade e reflexão decorrentes da verdadeira cidadania.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alícia Macedo Santana, Universidade Tiradentes
Graduanda em Direito pela Universidade Tiradentes. Pesquisadora no grupo de estudos "Arte, Educação e Direito". Pesquisadora integrante da Iniciação Científica com o projeto "A Alfabetização através da tecnologia digital nas escolas de Ensino Médio, Privadas e Públicas do Estado de Sergipe: Um levantamento sobre os programas e resultados apresentados nos últimos cinco anos”, orientador: Marlton Fontes Mota. E-mail: aliciamcst@gmail.com
Letícia Barbosa Goís, Universidade Tiradentes
Graduanda em Direito pela Universidade Tiradentes de Sergipe, Pesquisadora vinculada ao projeto de pesquisa “A alfabetização através da tecnologia digital nas escolas de ensino médio, privadas e públicas do Estado de Sergipe: um levantamento sobre os programas e resultados apresentados nos últimos cinco anos”, orientado pelo Prof. Marlton Fontes Mota. Monitora da disciplina Fundamentos do Direito, no Curso de Direito da Universidade Tiradentes- Sergipe.
Marlton Fontes Mota, Universidade Tiradentes
Doutorando no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Tiradentes. Mestre em Educação pela Universidade Tiradentes. Especialização em Direito Processual Civil. Graduação em Direito e Administração de Empresas pela Universidade Tiradentes. Professor do Curso de Direito da Universidade Tiradentes.
Clécia Lima Ferreira, Universidade Tiradentes
Doutora em Ciência Política com especialidade em Políticas Públicas pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa. Mestra em Ciência Política e Relações Internacionais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa. Membro Titular de FLACSO - Facultad de Derecho na Universidad de Salamanca (Espanha). Possui graduação em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas pela Universidade Tiradentes. Atualmente é professora da Universidade Tiradentes.

Referências

BALDO, C. H. A. A influência do letramento digital no processo de alfabetização: contribuições para a aquisição da escrita. 2018. 198f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto – FFCLRP, da Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59140/tde-16072018-144040/publico/BALDO_C_H_A_Mestrado_Final.pdf. Acesso em: 10 mar. 2020.

BORGES, F. G. B. A construção do letramento digital em crianças em fase de alfabetização. Recife, 2013. 292 f. Tese (Doutorado em área de concentração em Linguística) - UFPE, Centro de Artes e Comunicação, Universidade Federal de Pernambuco, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/11326. Acesso em: 16 mar. 2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Ministério da Educação. Coleção Educadores: Lev Semyonovich Vygotsky. Fundação Joaquim Nabuco: Editora Massangana, 2010. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me4685.pdf. Acesso em: 10 mar. 2020

BRASIL. UNESCO. Ministério da Educação. Educação de qualidade. Alfabetização. UNESCO, MEC, 2017. Disponível em: www.unesco.org. Acesso em: 17 mar. 2020.

CEIA, C. Essencialismo. E-Dicionário de termos literários. 2009. Disponível em: https://edtl.fcsh.unl.pt/encyclopedia/essencialismo. Acesso em: 16 mar. 2020.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 56. ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra. 2018a.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 65. ed. Rio de Janeiro/São Paulo; Paz e Terra. 2018b.

LEMOS, A. Cibercultura como território recombinante. In: E. TRIVINHO; E. CAZELOTO (eds.). A cibercultura e seu espelho: campo de conhecimento emergente e nova vivência humana na era da imersão interativa. São Paulo, Instituto Itaú Cultural, p. 38-46, 2009. Disponível em: http://abciber.org.br/publicacoes/livro1/textos/cibercultura-como-territorio-recombinante1. Acesso em: 10 mar. 2020.

LINHARES, R. N.; CHAGAS, A. M. Aprendizagem no ciberespaço: por uma pedagogia da comunicação em uma educação mestiça. In. PORTO, Cristiane; MOREIRA, J. António. Educação no ciberespaço: novas configurações, convergências e conexões. Aracaju: EDUNIT, 2017.

LIRA, B. C. Práticas Pedagógicas para o século XXI - A Sociointeração Digital e o Humanismo Ético. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2016.

MARTINS, V.; SANTOS, E. A educação na palma das mãos: a construção da pedagogia da hipermobilidade em uma pesquisa-formação na cibercultura. In. SANTOS, Edméa; PORTO, Cristiane. App-Education: fundamentos, contextos e práticas educativas luso-brasileiras na cibercultura. Salvador; EDUFBA, 2019.

MIGLIORIN, C. Cinema e Escola, sob o risco da Democracia. 2010. Revista Contemporânea de Educação, v. 5, n. 9. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rce/article/view/1604/1452. Acesso em: 15 mar. 2020.

MOREIRA, J. A.; et al. Docência Online no ensino superior: qualidade e inovação em territórios digitais e redes sociais. In. PORTO, Cristiane; MOREIRA, J. António. Educação no ciberespaço: novas configurações, convergências e conexões. Aracaju: EDUNIT, 2017.

RAPOSO, J. F. Algoritmos, personalização e filtragem do conteúdo. In: SAAD, Elizabeth; SILVEIRA, Stefanie C. da. (org.). Tendências em comunicação digital. São Paulo: ECA/USP, 2017. v. 2, p. 148-167. Disponível em: https://www.academia.edu/35372271/Algoritmos_personaliza%C3%A7%C3%A3o_e_filtragem_do_conte%C3%BAdo_Algorithms_Customization_and_Content_Filtering?auto=download. Acesso em: 10 mar. 2020.

ROJO, R. Letramento e capacidades de leitura para a cidadania. In: Anais do SEE: CENP, São Paulo, 2004. Disponível em: http://arquivos.info.ufrn.br/arquivos/2013121153a8f1155045828c12733b68e/Letramento_e_capacidade_de_leitura_pra_cidadania_2004.pdf. Acesso em: 16 mar. 2020.

SILVA, M. P.; et al. Arte digital, cibercultura e imersão: aprendizagem em ambientes virtuais da exposição erro 404. In: PORTO, Cristiane; ALVES, André Luiz; MOTA, Marlton Fontes. EDUCIBER: Diálogos ubíquos para além da tela e da rede. Aracaju: EDUNIT, 2018.

SOARES, M. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. Rev. Bras. Educ. Rio de Janeiro, n. 25, p. 05-17, Apr. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782004000100002&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 14 mar. 2020.

Publicado
2020-11-16
Como Citar
Macedo Santana, A., Barbosa Goís, L., Fontes Mota, M., & Lima Ferreira, C. (2020). A INFLUÊNCIA DA MÍDIA NA EDUCAÇÃO: análise a partir da perspectiva do ensino-aprendizagem no mundo ciber. Interfaces Científicas - Educação, 10(2), 140-153. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v10n2p140-153