DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E EDUCAÇÃO: DIÁLOGO POSSÍVEL E NECESSÁRIO

  • Leo Nunes Santana UNIT
Palavras-chave: Desenvolvimento, Sustentabilidade, Educação.

Resumo

O propósito deste artigo é relacionar Desenvolvimento Sustentável e Educação. Inegavelmente, os questionamentos e abordagens sobre sustentabilidade nunca estiveram tão evidentes quanto nos dias atuais e, assim, em face de essa visibilidade, a educação surge como mola propulsora para a construção de um futuro sustentável. O discurso e as relações entre educação e desenvolvimento sustentável ainda são pouco conhecidos e disseminados. O presente artigo pretende assinalar a emergência da educação na promoção da sustentabilidade e ampliação de seus horizontes a partir de discussões, publicações e propostas resultantes de congressos e conferências em âmbito mundial e local. Os conceitos referentes ao estudo, bem como os elementos pertinentes às relações entre Desenvolvimento Sustentável e Educação são reflexões teóricas parciais, embasadas em trabalhos já publicados sobre a temática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leo Nunes Santana, UNIT
Doutorando em Educação pela Pontíficia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Mestre em Ciências Socias pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Pós Graduado em Marketing Empresarial Pessoal e Político e Bacharel em Design Gráfico pela Universidade Tiradentes. Atuou durante 13 anos como designer e desenhista 3D no departamento de Arquitetura e Engenharia da PCL - Projetos e Construções Ltda. Atualmente é Professor Adjunto I da Universidade Tiradentes nos cursos de graduação em Design Gráfico, Design de Interiores, Arquitetura, Engenharia, e na pós graduação em representação de projetos em 3D. É membro titular do colegiado do curso de Design Gráfico e do NDE - Núcleo Docente Estruturante da mesma instituição. Tem ampla experiência na área de Consultoria e Treinamento em CG Aplicada ao Design e Arquitetura. Sua área de conhecimento é: Comunicação, Ciências Humanas e Sociais, com ênfase em Design. Concomitantemente com estas áreas, atua como conteudista no Núcleo de Educação a Distância - UNIT e com pesquisas concernentes a Educação, Responsabilidade Social , Sustentabilidade, Marketing, e Gestão em Design.

Referências

AGENDA 21 (1995). Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Brasília: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações.

BRASIL. Ministério do meio ambiente. Políticas para desenvolvimento sustentável. In:___Art. 11. Competências da secretaria de política para o desenvolvimento sustentável. Brasília, 2001. Disponível em http://mma.gov.br

CARVALHO, Isabel Cristina Moura de. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. 5ª ed. – São Paulo: Cortez, 2011.

______ (Org.). Pensar o Ambiente: bases filosóficas para a educação ambiental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, UNESCO, 2009;

DELORS, Jacques. Educação: Um tesouro a descobrir. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI. 7ª ed. - São Paulo: Cortez, 2012.

FERREIRA, I. C. “Desenvolvimento, sustentabilidade e políticas públicas”. In: A questão ambiental – sustentabilidade e políticas públicas no Brasil. São Paulo, Boitempo, Editorial, 1998, pp. 101-109.

GUIMARÃES, S. S.M.; TOMAZELLO, M. G.C. “Avaliação das idéias e atitudes relacionadas com a sustentabilidade: metodologia e instrumentos”. Ciência & Educação, v.10, n.2, 2004, p. 173-183.

HERCULANO, S. C. “Do desenvolvimento (in)suportável à sociedade feliz”. In: GOLDENBERG, Mirian (Org.) Ecologia, ciência e política: participação social, interesses em jogo e luta de ideias no movimento ecológico. Rio de Janeiro: Revan, 1992, p. 9-48.

LOUREIRO, Frederico Bernardo e LAYRARGUES, Philippe. Educação Ambiental: repensando o espaço da cidadania. 5ª ed. – São Paulo: Cortez, 2011.

NOSSO FUTURO COMUM (1991). Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. 2ª ed. Rio de Janeiro: FGV.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 1ª ed. São Paulo: Atlas, 2008;

UNESCO. Década da Educação das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, 2005 – 2015: documento final do esquema internacional de implementação. Brasília, 2005.

UNESCO/IBAMA. Educação para um futuro sustentável: uma visão transdisciplinar para ações compartilhadas. Brasília: Ed. IBAMA, 1999.

VEIGA, José Eli da. Meio Ambiente e Desenvolvimento. 3ª ed. São Paulo: SINAC – São Paulo, 2009.

_____. Desenvolvimento sustentável: o desafio do século XXI. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.

Publicado
2018-03-02
Como Citar
Santana, L. N. (2018). DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E EDUCAÇÃO: DIÁLOGO POSSÍVEL E NECESSÁRIO. Interfaces Científicas - Educação, 6(2), 45–52. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2018v6n2p45–52
Seção
Artigos