“ANTEPASSADOS MEUS COM OS ACONTECIMENTOS REVOLUCIONÁRIOS”: ISABEL GONDIM E A ESCRITA DA REVOLUÇÃO DE 1817

DOI:

https://doi.org/10.17564/2316-3828.2022v11n2p59-68

Autores

  • Ane Luise Silva Mecenas Santos Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Cristiano Ferronato

Publicado

2022-02-10

Downloads

Downloads

Não há dados estatísticos.

Resumo

Este artigo objetivo analisar a obra Sedição de 1817 de autoria da professora primária Isabel Urbana Carneiro de Albuquerque Gondim (1839-1933). Trata-se de uma intelectual que por meio exercício do magistério e pela produção bibliográfica se destacou com a produção de peças teatrais, poesias e livros de história. Esse trabalho visa analisar um livro o método histórico adotado pela autora, bem como a sua mobilização da narrativa para a produção escrita passado da nação, em especial do Rio Grande do Norte, de forma inteligível e sensível para os alunos. Foram elencados como fontes centrais a obra “Sedição de 1817” e jornais que versam acerca da dessa produção. Tal livro mobiliza uma reconfiguração da metodologia da história, na qual as memórias familiares são elencadas como recurso para a construção da “verdade histórica”.

Como Citar

Santos, A. L. S. M., & Ferronato, C. (2022). “ANTEPASSADOS MEUS COM OS ACONTECIMENTOS REVOLUCIONÁRIOS”: ISABEL GONDIM E A ESCRITA DA REVOLUÇÃO DE 1817. EDUCAÇÃO, 11(2), 59–68. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2022v11n2p59-68