PRODUÇÃO DE NARRATIVAS DIGITAIS SOBRE OS JOGOS OLÍMPICOS: EXPERIÊNCIAS COM AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS

  • Antonio Fernandes de Souza Junior Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Sérgio Melo da Cunha Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Carlos Vitor de Morais Felix Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Márcio Romeu Ribas de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Allyson Carvalho de Araújo Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Educação Física escolar, História em quadrinhos, Jogos olímpicos.

Resumo

Esse trabalho tem por objetivo discutir sobre as relações estabelecidas pelas crianças diante da proposta de produção de narrativas digitais, em histórias em quadrinhos, sobre os Jogos Olímpicos em ambientes escolares. A metodologia utilizada para essa pesquisa é qualitativa de tipo descritiva, tendo como instrumento de coleta de dados a observação participante, fazendo-se de uso de anotações de campo. Foram realizadas cinco experiências na produção de narrativas digitais sobre os Jogos Olímpicos em três escolas da Região Metropolitana de Natal. Por meio desta pesquisa pode-se constatar a potencialidade d a produção de narrativas em uma postura dialógica para a construção de saberes sobre os Jogos Olímpicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Fernandes de Souza Junior, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Mestrado em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Graduado em Tecnólogo em Produção Multimídia pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL). Licenciado em Educação Física pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Licenciando em Filosofia pela UFRN. Membro do Laboratório de Estudos em Educação Física, Esporte e Mídia (LEFEM) vinculado ao Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura de Movimento (GEPEC). Atuando principalmente nos seguintes temas: Cultura Digital e Educação; Educação Física Escolar; Filosofia da Educação; Formação Docente; Produção de Conteúdo Midiático; e Teorias do Jogo.
Sérgio Melo da Cunha, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Integro o Laboratório de Estudos em Educação Física, Esporte e Mídia (LEFEM) que está vinculado ao GEPEC - Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura de Movimento. Bolsista de iniciação à pesquisa e extensão da Rede Cedes do RN. Tenho interesse em assuntos que envolvam, principalmente, Educação, Educação Física, Inclusão, Gênero e Mídia no contexto escolar.
Carlos Vitor de Morais Felix, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Graduando Licenciatura em Educação Física na UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte). Bolsista e integrante do LEFEM (Laboratório de Estudos em Educação Física, Esporte e Mídia) que está vinculado ao GEPEC (Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura de Movimento). Envolvido principalmente nos seguintes temas: Esporte, Educação Física Escolar, Mídia-Educação, Psicologia do Esporte.
Márcio Romeu Ribas de Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
É licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1996), foi estudante do mestrado na área de Teoria e Prática Pedagógica, no programa de pós-graduação em Educacao Fisica na Universidade Federal de Santa Catarina (2004). Doutor em Educação ProPEd/UERJ. Professor Adjunto no Departamento de Educação Física do Centro de Ciências da Saúde na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Os interesses de pesquisa são os seguintes temas: educação física escolar e literatura, educação física escolar e as narrativas em imagens (fotografia, cinema, literatura), práticas culturais de movimento nas suas relações com a vida cotidiana urbana, educação física e os povos indígenas da região norte do Brasil, história das práticas culturais de movimento e sua relação com a educação do corpo. Participa dos seguintes grupos de pesquisa: Grupo de Estudos em Corpo e Cultura de Movimento (GEPEC/UFRN), do Grupo de Estudos em Ludomotricidade (GEL/UFRN), do Laboratório de Estudos em Educação Física, Esporte e Mídia (LEFEM/UFRN), e do Laboratório e Observatório da Mídia Esportiva (LaboMídia/UFSC).
Allyson Carvalho de Araújo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Possui Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2004), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006) e doutorado em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco (2012). Atualmente é adjunto IV da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Professor permanente do Programa Pós-Graduação em Educação Física (PPGEF-UFRN), na área de concentração "Movimento Humano, Cultura e Educação" e do Programa de Pós-Graduação Profissional em Educação Física em Rede (PROEF-Pólo Natal). É vice-líder do Grupo de estudos e pesquisa em Corpo e Cultura de Movimento (GEPEC), membro do Grupo de Pesquisas Transdisciplinar em Comunicação e Cultura (Marginália) e Coordenador do Laboratório de Estudos em Educação Física, Esporte e Mídia (LEFEM). É diretor de Comunicação do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE). Coordenador do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento do Esporte e Lazer do Rio Grande do Norte (REDE CEDES-RN). Foi coordenador do Sub-projeto Educação Física do PIBID-UFRN (2015-2017). Tem experiência na área de Educação e Comunicação, com ênfase em Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Física, Comunicação, Educação, Mídia, Tecnologia e Cinema.

Referências

BENJAMIN, Walter. O narrado: considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução Sergio Paulo Rouanet. São Paulo: editora brasiliense, 1987. pp. 197-221

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Tradução Bruno Magne. Porto Alegre: Artmed, 2000.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à pratica educativa. São Paulo, Paz e terra, 2011.

FREIRE, Paulo. Extensão ou Comunicação. Tradução Rosiska Darcy de Oliveira. 17. ed. São Paulo: Paz e Terra. 2015a.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 59. ed. Rio de Janeiro; Paz e Terra, 2015b.

LÈVY. Pierre. Cibercultura. Tradução de Carlos Irineu da Costa. São Paulo Editora 34. 1999.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Comunicação e mediações culturais. In: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. XXIII, n. 1, jan-jun. 2000.

MINAYO, Maria Cecília Souza. O desafio do Conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 13. ed. São Paulo: Hucitec, 2013.

SILVERSTONE, Roger. Por que estudar a mídia? 3.ed. São Paulo: Loyola, 2011.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

Publicado
2019-04-17
Como Citar
Souza Junior, A. F. de, Cunha, S. M. da, Felix, C. V. de M., Oliveira, M. R. R. de, & Araújo, A. C. de. (2019). PRODUÇÃO DE NARRATIVAS DIGITAIS SOBRE OS JOGOS OLÍMPICOS: EXPERIÊNCIAS COM AS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS. Interfaces Científicas - Educação, 7(3), 27-40. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2019v7n3p27-40