INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA PANDEMIA: UMA ANÁLISE DOS ESTUDOS REMOTOS AO ENSINO FUNDAMENTAL

Palavras-chave: iniciação científica, escola, ensino fundamental, estudos remotos, pandemia, COVID-19

Resumo

O cenário da pandemia do novo coronavírus vem mudando várias práticas sociais no mundo contemporâneo, dentre essas, as práticas educativas. O principal objetivo dessa investigação foi analisar a sistematização das 14 primeiras semanas dos estudos domiciliares da disciplina de Iniciação Científica, organizados pelo Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Para tanto, realizou-se um estudo de caso com análise documental nas atividades dos 8º e 9º anos do ensino fundamental, com um corpus composto de 20 atividades que foram analisadas a partir de elementos relacionados aos recursos empregados, ao tipo de atividade proposta, às reflexões solicitadas e ao conteúdo dos materiais. Constatou-se que o recurso mais empregado nas propostas foi o “texto” e que o tipo de atividade que mais ocorreu foram questões dissertativas. As reflexões solicitadas em maior evidência dizem respeito à interpretação de múltiplos elementos. E, por fim, os conteúdos que mais ocorreram estavam relacionados aos conceitos próprios de cada série escolar. É possível considerar, portanto, que os processos de análise dos estudos dirigidos de iniciação científica possibilitaram a visualização dos interesses pedagógicos do trato desse componente, bem como de limitações e possibilidades de trabalho docente em tempos de pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Giordani Vasques, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutor em Ciências do Movimento Humano (UFRGS), Licenciado e Mestre em Educação Física (UFSC). Professor do Departamento de Expressão e Movimento do Colégio de Aplicação da UFRGS.
Victor Hugo Nedel Oliveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutor em Educação (PUCRS), Licenciado e Mestre em Geografia (UFRGS). Professor do Departamento de Humanidades do Colégio de Aplicação da UFRGS.

Referências

BOCASANTA, D. M.; KNIJNIK, G. Dispositivo de tecnocientificidade e iniciação científica na educação básica. Currículo sem Fronteiras 16(1), 139-158, 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução 510, de 07 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2016/res0510_07_04_2016.html Acesso em: 24/06/2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Protocolo de Manejo Clínico para o Novo Coronavírus (2019-nCoV). Brasília, 2020a. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/40249/2/protocolo_manejo_coronavirus_ms.pdf Acesso em: 24/06/2020a.

BRASIL. Portaria UFRGS nº 2286 de 17 de março de 2020. Para fins de intensificar as medidas de prevenção da transmissão da COVID-19. Disponível em: http://www.ufrgs.br/ufrgs/noticias/reitoria-institui-portarias-que-regulam-atividades-durante-periodo-de-suspensao-de-aulas Acesso em: 24/06/2020b.

CAP/UFRGS. Programa de estudos. Iniciação Científica - 8º ano. 2020a. Em: https://www.ufrgs.br/colegiodeaplicacao/wp-content/uploads/2019/05/PE_PIXEL_80_IC.pdf Acesso em: 26/06/2020.

CAP/UFRGS. Programa de estudos. Iniciação Científica - 9º ano. 2020b. Em: https://www.ufrgs.br/colegiodeaplicacao/wp-content/uploads/2019/05/PE_PIXEL_90_IC.pdf Acesso em: 26/06/2020.

DOOLEY, L. M. Case Study Research and Theory Building. Advances in Developing Human Resources (4), 335-354, 2002.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GEWEHR, D. et al. Metodologias ativas de ensino e de aprendizagem: uma abordagem de iniciação à pesquisa. Revista Ensino & Pesquisa 14(1), 225-246, 2016.

KRÜGER, J. G. et al. Alfabetização científica com enfoque CTSA: produção de um jornal da ciência no Ensino Médio público. Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica 3(2), 79-97, 2013.

LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: Zahar, 1986.

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

MEIRINHOS, M.; OSÓRIO, A. O estudo de caso como estratégia de investigação em educação. EDUSER: Revista de educação, Vol 2(2), 2010.

PORTO ALEGRE. Portaria 258/2020, de 16 de março de 2020. Determinações da Coordenação de Assistência Farmacêutica sobre o prazo de validade. Disponível em: http://dopaonlineupload.procempa.com.br/dopaonlineupload/3249_ce_20200316_executivo.pdf Acesso em: 24/06/2020.

RIO GRANDE DO SUL. Decreto nº 55.128, de 19 de março de 2020. Declara estado de calamidade pública em todo o território do Estado do Rio Grande do Sul. Disponível em: https://saude.rs.gov.br/upload/arquivos/202003/19125910-decreto-55-128-20.pdf Acesso em: 24/06/2020.

RODRÍGUEZ G.; FLORES, J. G. Metodología de la investigación cualitativa. Málaga: Ediciones Aljibe, 1999.

SPOSITO, M. E. B.; GUIMARÃES, R. B. Por que a circulação de pessoas tem peso na difusão da pandemia. Disponível em: https://www2.unesp.br/portal#!/noticia/35626/por-que-a-circulacao-de-pessoas-tem-peso-na-difusao-da-pandemia Acesso em: 26/06/2020.

STAKE, R. Case Studies. In: DENZIN, Norman; LINCOLN, Yvonna. Handbook of qualitative research (pp. 236-247). Newsbury Park: Sage, 1994.

UFRGS. UFRGS apresenta plano de assistência estudantil emergencial para retorno das atividades da Graduação. UFRGS Notícias 20/06/2020. Em: http://www.ufrgs.br/ufrgs/noticias/ufrgs-apresenta-plano-de-assistencia-estudantil-emergencial-para-retorno-das-atividades-da-graduacao Acesso em: 26/06/2020.

UFSC. UFSC fará registro prévio de estudantes que precisem de empréstimo de computadores e acesso à Internet. Notícias UFSC 24/06/2020. Em: https://noticias.ufsc.br/2020/06/pro-reitoria-de-assuntos-estudantis-fara-registro-previo-de-estudantes-que-precisem-de-emprestimo-de-computadores-e-acesso-a-internet/?fbclid=IwAR0sk3w85QdoCHGE8iKa0knYmxa6oyh3SyNCXuaIgP9AIW3s2fl55nga3RE Acesso em: 26/06/2020.

VENTURA, M M. O estudo de caso como modalidade de pesquisa. Revista SOCERJ 20(5), 383-386, 2007.

WANG, C. et al. A novel coronavirus outbreak of global health concern. The Lancet 395, 2020.

YIN, Rober. Estudo de Caso. Planejamento e Métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Publicado
2020-09-06
Como Citar
Vasques, D. G., & Oliveira, V. H. N. (2020). INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA PANDEMIA: UMA ANÁLISE DOS ESTUDOS REMOTOS AO ENSINO FUNDAMENTAL. Interfaces Científicas - Educação, 10(1), 164-179. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v10n1p164-179