CIDADES DIGITAIS E SOCIEDADE EM REDE: INTERSEÇÕES E DESAFIOS DE UMA CONSTRUÇÃO SOCIOTÉCNICA

Palavras-chave: Cidades Digitais, Novas Tecnologias, Políticas Inclusivas, Redes Sociotécnicas, Sociedade em Rede.

Resumo

No processo de globalização e das novas interações ciberespaciais observa-se o impulso na transição de cidades tradicionais em cidades digitais, como também o seu encaminhamento para cidades inteligentes. Nesse sentir, o presente estudo cumpre enfatizar a evolução da sociedade informacional e o contexto das cidades conectadas enquanto projetoras das relações e operações interligadas em redes (TIC’s, IOT e outros). Entretanto, a pesquisa de cunho qualitativa e técnica exploratória expõe que, embora o direito à internet tenha sido elencada no rol dos direitos humanos, desde 2011, há na atual sociedade brasileira muitos indivíduos excluídos desse processo de modernização, sendo, portanto, impasse notório para a construção da cidadania digital plena. Uma vez que, o efetivo uso da internet e a construção de redes sociotécnicas viabilizam o acesso a meios de comunicação à todos os cidadãos, desempenhando, portanto, papel importante como ferramenta de democratização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diogo Calasans Melo Andrade, UNIT

Doutor em direito político e econômico pela Universidade Mackenzie. Mestre em direito, na área de constitucionalização do direito pela UFS. Professor titular da graduação e do mestrado e doutorado em direitos humanos do PPGD-UNIT. Líder do grupo de pesquisa “Novas tecnologias e o impacto nos Direitos Humanos” do mestrado em direito Humanos da UNIT, advogado. E-mail:contato@diogocalasans.com

Leticia Feliciana dos Santos Cruz, Unit
Graduanda em Direito pela Universidade Tiradentes (UNIT/SE). Pesquisadora do Programa de Iniciação Científica (PROVIC/UNIT) e membro do Grupo de Pesquisa “Novas Tecnologias e os Impactos nos Direitos Humanos” (UNIT/SE). E-mail: leticiafeliciana@outlook.com.br
Fagner Farias Rodrigues, UNIT
Graduando em Direito pela Universidade Tiradentes (UNIT/SE). Pesquisador do Programa de Iniciação Científica (PROBIC/UNIT) e membro do Grupo de Pesquisa “Novas Tecnologias e os Impactos nos Direitos Humanos” (UNIT/SE). E-mail: fagnerr73@gmail.com Graduanda em Direito pela Universidade Tiradentes (UNIT/SE). Pesquisadora

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. 01. ed. Rio de Janeiro: Editora Zahar, 2001.

BAUMAN, Zygmunt; LYON, David. Vigilância líquida. 01. ed. Rio de Janeiro: Editora Zahar, 2014.

BENICIO, Milla (Org.) A virada digital: smart cities e smart grids em uma perspectiva multidisciplinar. 01. ed. Rio de Janeiro: Editora Interciência, 2019.

BREDA, Gean Davis.; MENDES, Leonardo de Souza. PANHAN, André Marcelo. Construindo cidades inteligentes. 01. ed. Curitiba: Editora Appris, 2016.

CASTELLS, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura. Volume I. A sociedade em rede. 6ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede: a era da informação; economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CASTELLS, Manuel. Internet e sociedade em rede. In: MORAES, Dênis de. (Org.). Por uma outra comunicação: mídia, mundialização cultural e poder. 3. ed. Rio de Janeiro: Record, 2005.

GODOY, Arilda Schmidt. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas São Paulo, v. 35, n.3, p, 20-29 Mai./Jun. 1995.

GUERREIRO, Evandro Prestes. Cidade digital: infoinclusão social e tecnologia em rede. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2006.

LEITE, Carlos; AWAD, Juliana di Cesare Marques. Cidades sustentáveis, cidades inteligentes: desenvolvimento sustentável num planeta urbano. Porto Alegre: Bookman, 2012.

LEMOS, André. Cidade-ciborgue: a cidade na cibercultura. Rev. Galáxia. São Paulo, n.8 p. 129-148, out. 2004. https://revistas.pucsp.br/galaxia/article/view/1385>. Acesso em 15 out. 2019.

LÉVY, Pierre. Pela ciberdemocracia. In: MORAES, Dênis de. (Org.). Por uma outra comunicação: mídia, mundialização cultural e poder. 3. ed. Rio de Janeiro: Record, 2005. p. 367-384.

MARTINS, Gilberto de Andrade. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas, 2007. ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. ONU. Atlas Brasil 2013. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, 2013.

MONEBHURRUN, Nitish. Manual de metodologia jurídica: técnicas para argumentar textos jurídicos. São Paulo: Saraiva, 2015.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. ONU. Atlas Brasil 2013. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, 2013.

RUA, M. das G. Análise de políticas públicas: conceitos básicos. Brasília: BID, 1997. Programa de Apoio à Gerência Social no Brasil.

SANTAELLA, Lúcia (Org). Cidades Inteligentes – Por que, Para quem?. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2016.

SILVA, M.O. da S. e. Avaliação de políticas públicas e programas sociais: aspectos conceituais e metodológicos. In: SILVA, M.O. da S. e. (Org.). Avaliação de Políticas e Programas Sociais: teoria e prática. São Paulo: Veras, 2001. p.37-93.

SOUTO, Átila A., DALL’ANTONIA, Juliano C. e HOLANDA, Giovanni Moura de. (Org). As cidades digitais no mapa do Brasil: uma rota para a inclusão digital. Brasília, DF: Ministério das Comunicações, 2006.

Publicado
2020-11-16
Como Citar
Melo Andrade, D. C., dos Santos Cruz, L. F., & Rodrigues, F. F. (2020). CIDADES DIGITAIS E SOCIEDADE EM REDE: INTERSEÇÕES E DESAFIOS DE UMA CONSTRUÇÃO SOCIOTÉCNICA. Interfaces Científicas - Educação, 10(2), 66-79. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v10n2p66-79