#DIFERENÇA SEXUAL – PENSANDO E DISCUTINDO NA/DA SOCIEDADE DO COMPARTILHAMENTO

  • Cristiano Sant Anna de Medeiros UERJ
Palavras-chave: Imagens, Redes Sociais, Diferença Sexual

Resumo

Partindo das premissas dos estudos nos/dos/com os cotidianos, esta pesquisa teve como objetivo pensar com imagens compartilhadas por estudantes do terceiro ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual Abdias Nascimento, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense/RJ, as noções de diferença tecidas com essa prática em suas articulações com as narrativas que engendraram. As imagens foram compartilhadas na rede social da internet, o Facebook, em páginas correspondentes a grupos criados para este fim, denominados #Diferença e que operaram como dispositivo de pesquisa-intervenção, situando-se em um contexto que enunciamos como “Sociedade do Compartilhamento”. Buscamos pensar com fragmentos das redes de significações tecidas no momento em que eram compostas, problematizando conceitos, representações, dogmas e rupturas em relação a perspectivas tradicionais e hegemônicas da noção de diferença. A imagem que dialogamos nesse artigo, acompanhada de suas narrativas/análises, foi a imagem que gerou maior tempo de debate e que trouxe à tona várias polêmicas e preconceitos e que está inserido no que denominados #Diferença sexual. Nesse contexto e aliado a essa onda conservadora que estamos vivendo atualmente, tanto a imagem quanto as narrativas provocadas pelo debate ao redor da mesma, nos deu pistas para pensar nos múltiplos atravessamentos e bricolagens entre imagens e ideias de diferença que são criadas e circulam nas múltiplas redes educativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiano Sant Anna de Medeiros, UERJ
Doutor em Educação pelo Proped/Uerj, pesquisador do grupo kékeré e CUNADI (Proped/UERJ/CNPQ)

Referências

ALVES, Nilda. Decifrando o pergaminho: os cotidianos das escolas nas lógicas das redes cotidianas. In: ALVES, Nilda; OLIVEIRA, Inês B. de (Orgs.). Pesquisa nos/dos/com os cotidianos das escolas. 3. ed. Petrópolis, RJ: DP, 2008, p. 15-38.

KASTRUP, Virgínia. A invenção de si e do mundo: uma introdução do tempo e do coletivo no estudo da cognição. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

LOURO, Guacira L. Um corpo estranho – Ensaios sobre sexualidade e Teoria Queer: um debate contemporâneo na educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

________. Currículo, Gênero e sexualidade: o “normal”, o “diferente” e o “excêntrico”. In: LOURO, Guacira L.; FELIPE, Jane; GOELLNER, Silvana V. (Orgs.). Corpo, Gênero e Sexualidade: um debate contemporâneo na educação. 8. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012, p. 41-53.

SANT’ANNA, Cristiano. #DIFERENÇA: pensando com imagens dentrofora da escola. Tese de doutorado, Proped/UERJ, 2017. Disponível em www.proped.pro.br

WULF, Christoph. Homo Pictor: imaginação, ritual e aprendizado mimético no mundo globalizado. São Paulo: Hedra, 2013.

Publicado
2020-04-23
Como Citar
de Medeiros, C. S. A. (2020). #DIFERENÇA SEXUAL – PENSANDO E DISCUTINDO NA/DA SOCIEDADE DO COMPARTILHAMENTO. Interfaces Científicas - Educação, 8(2), 285-298. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v8n2p285-298
Seção
Dossiê