ESTUDO DE CASO SOBRE METODOLOGIAS ATIVAS NO ENSINO SUPERIOR JURÍDICO

Palavras-chave: Metodologias ativas. Autonomia discente. Aprendizagem significativa. Instituições de ensino superior.

Resumo

As metodologias ativas têm se mostrado uma importante prática para o enfrentamento dos desafios interpostos no atual cenário educacional. Este artigo visou investigar como as metodologias ativas no curso de Bacharel em Direito contribuem para a promoção da motivação autônoma do estudante e sua relação de ensino-aprendizagem com as ciências jurídicas. Trata-se de um estudo de caso cuja hipótese de que as metodologias ativas aplicadas no curso de direito constituem um método inovador. Tendo por objeto de pesquisa estudantes de uma Instituição de Ensino Superior (IES) de uma faculdade privada, observou-se que as metodologias ativas no ensino superior visaram contribuir com a formação de um novo perfil de estudante das ciências jurídicas. A pesquisa constatou que foi essa diferença na metodologia pedagógica que propiciou diferencial na prestação de serviço educacional, aumentando o interesse e trazendo resultados positivos nos exames internos e externos realizados pelos alunos. Partindo de uma visão mercadológica da educação, o uso das metodologias ativas mostrou-se um caminho pedagógico valioso na competitividade das IES em busca da garantia do interesse e permanência do estudante no curso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Vasconcelos Modenesi, UNIFG
Licenciado em História pela UFPE, Especialista em Ensino de História pela UFRPE, Mestre e Doutor em Educação pela UFPE. Professor nos Mestrados em inovação e desenvolvimento da UNIFG e no Mestrado em Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste da UFPE. Coordenador do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Charges, Cartuns e Histórias em Quadrinhos - GIP/HQ e do Grupo de Pesquisa em Marxismo - GIPMARX.
Amanda Marques de Carvalho Gondim, Secretaria de Educação de Pernambuco
Professora da rede estadual de Pernambuco, doutora em Educação.
Eriberto Cordeiro Amaral, UNIT
Mestre em Inovação e Desenvolvimento pela LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES - UNIFG. Pós-graduado em Direito Público Material (com ênfase em Direito Tributário) pela Universidade Gama Filho e Especialista em Penal e Processual Penal pela Faculdade Maurício de Nassau e Escola Superior da Magistratura de Pernambuco. Graduado em Direito pela SOPECE. Professor de Direito Tributário, Direito Penal e Prática Jurídica I na UNIT-PE. Professor das Pós-Graduações da Uninabuco/ESA e do IMN (Instituto dos Magistrados do Nordeste). Fundador e CEO do Curso preparatório para o exame da OAB: NA ORDEM O ALVO É TRIBUTÁRIO. Coordenador e coautor do livro Reflexões e Perspectivas dos Direitos e Garantias Constitucionais. Palestrante e Autor de outras publicações jurídicas. Há mais de vinte e dois anos atua no TJPE. Exerceu o cargo de Assessor Técnico Judiciário, atuando na assessoria jurídica de Desembargador do TJPE, com competência na seara penal e em direito público (Corte Especial do Tribunal de Pernambuco). Assessor de magistrado na Seção A da Vigésima Segunda Vara Cível da Capital desde 2014.
Publicado
2020-09-14
Como Citar
Modenesi, T. V., Gondim, A. M. de C., & Amaral, E. C. (2020). ESTUDO DE CASO SOBRE METODOLOGIAS ATIVAS NO ENSINO SUPERIOR JURÍDICO. Interfaces Científicas - Direito, 8(2), 253-265. https://doi.org/10.17564/2316-381X.2020v8n2p253-265
Seção
Artigos