POLÍTICA PARA MULHERES: UMA ANÁLISE SOBRE AS COTAS ELEITORAIS DE GÊNERO NO BRASIL

  • Mariana de Souza Azevedo
  • Bianca Gomes da Silva Muylaert Monteiro de Castro
  • Frank Pavan de Souza
Palavras-chave: Gênero. Política. Cotas eleitorais.

Resumo

As cotas consistem em modalidade de ação afirmativa que almeja reduzir as desigualdades sociais existentes. No campo da política, percebe-se majoritariamente a presença masculina, ainda que os debates sobre representatividade feminina nos espaços públicos tenham avançado ao longo do tempo. O presente artigo propõe uma análise sobre a experiência brasileira com as cotas eleitorais de gênero, buscando compreender a escassez de representatividade feminina que ainda existente no cenário atual da política brasileira. O objetivo desse estudo é verificar a eficácia das cotas eleitorais quanto ao crescimento do número de mulheres ocupando o Congresso Nacional. Desse modo, realizou-se análise documental e pesquisa bibliográfica, considerando as contribuições de autores como Miguel (2000), Araújo (1998) e SOUZA (2016), entre outros. Concluiu-se que somente a implementação das cotas eleitorais de gênero não é suficiente para garantir o acesso das mulheres aos cargos políticos, tendo em vista que o histórico de exclusão das mulheres do espaço público ainda persiste, principalmente, nos processos políticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-09-14
Como Citar
de Souza Azevedo, M., Monteiro de Castro, B. G. da S. M., & Pavan de Souza, F. (2020). POLÍTICA PARA MULHERES: UMA ANÁLISE SOBRE AS COTAS ELEITORAIS DE GÊNERO NO BRASIL. Interfaces Científicas - Direito, 8(2), 227-239. https://doi.org/10.17564/2316-381X.2020v8n2p227-239
Seção
Artigos