CONTRIBUIÇÕES DO DEBATE ENTRE NANCY FRASER E AXEL HONNETH PARA A JUSTIÇA ENTRE GÊNEROS

  • Jussara Maria Moreno Jacintho Universidade Federal de Sergipe
  • Ariella Ferreira da Mota Universidade Federal de Sergipe (UFS)
Palavras-chave: Justiça, Feminismo, Reconhecimento.

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de analisar convergências e divergências entre as concepções de justiça de Nancy Fraser e de Axel Honneth, a fim de apurar em que medida o debate entre eles oferece um aporte substantivo para a igualdade de gênero. Para tanto, contextualiza-se brevemente o feminismo, e, mediante revisão bibliográfica e pelo método crítico-analítico, coteja-se a teoria de justiça de Nancy Fraser, baseada na redistribuição, reconhecimento e representação, com a teoria do reconhecimento de Axel Honneth, reformulada, em parte, pelo seu “Direito da Liberdade”. Como resultado, verifica-se uma complementaridade entre ambos, no sentido de que Nancy Fraser oferece diagnósticos a respeito de falhas dos movimentos feministas contemporâneos no atendimento de demandas atuais, ao tempo em que as esferas de reconhecimento de Axel Honneth oferecem uma alternativa suprir tais falhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jussara Maria Moreno Jacintho, Universidade Federal de Sergipe
Professora de Direito Constitucional Universidade Federal de Sergipe Doutora em Direito Constitucional PUC/SP Mestre em Direito UERJ
Ariella Ferreira da Mota, Universidade Federal de Sergipe (UFS)
mestranda em direito Universidade Federal de Sergipe. Especialista em Direito Tributário IBET/DF
Publicado
2020-07-16
Como Citar
Moreno Jacintho, J. M., & da Mota, A. F. (2020). CONTRIBUIÇÕES DO DEBATE ENTRE NANCY FRASER E AXEL HONNETH PARA A JUSTIÇA ENTRE GÊNEROS. Interfaces Científicas - Direito, 8(2), 28-45. https://doi.org/10.17564/2316-381X.2020v8n2p28-45
Seção
Artigos