POPULAÇÃO DE Lactobacillus sp. EM PORTADORES DE DIABETES MELLITUS COMPARADO A INDIVÍDUOS NORMOGLICÊMICOS

Palavras-chave: Bactérias, Diabetes, Glicemia, Microbiota, Probióticos.

Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar a população de Lactobacillus sp. intestinais de portadores de diabetes mellitus (DM) comparando aos indivíduos normoglicêmicos. Foi realizada uma pesquisa com portadores de DM (GD) e não portadores (GN), de ambos os sexos, maiores de 18 anos, os quais responderam um questionário sobre variáveis sociodemográficas e questões relacionadas ao DM. Também foram analisadas amostras de fezes quanto à presença de Lactobacillus sp. Cada grupo avaliado foi composto por 15 pessoas com percentual homogêneo de homens e mulheres. A média de idade do grupo GN foi de 29,8 ± 10,0 anos, e 64,7 ± 13,1 anos do grupo GD. No GD teve predominância do DM tipo II e a média de doença foi de 10 anos. O GD apresentou uma microbiota com percentual de Lactobacillus sp. maior que no GN e o uso de probióticos foi maior no grupo GN, porém ambos os grupos utilizavam de forma esporádica. Conclui-se que os portadores de DM, independentes do tipo, apresentaram maior quantidade de Lactobacillus sp. comparados aos indivíduos normoglicêmicos e o uso de probióticos não alterou a microbiota intestinal, provavelmente devido seu uso esporádico.
Publicado
2020-07-22
Como Citar
Vieira, B. da C., & Pavanelli, M. F. (2020). POPULAÇÃO DE Lactobacillus sp. EM PORTADORES DE DIABETES MELLITUS COMPARADO A INDIVÍDUOS NORMOGLICÊMICOS. Interfaces Científicas - Saúde E Ambiente, 8(2), 206-214. https://doi.org/10.17564/2316-3798.2020v8n2p206-214
Seção
Artigos