CAPACIDADE FUNCIONAL E QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS PARTICIPANTES E NÃO PARTICIPANTES DE GRUPOS DE PROMOÇÃO DA SAÚDE

  • Regiane Vitorino Borges Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
  • Tatiane Lima Teixeira da Silva Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
  • Mateus Dias Antunes Universidade de São Paulo -USP http://orcid.org/0000-0002-2325-2548
  • Sonia Maria Marques Gomes Bertolini Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
  • Fernanda Shizue Nishida Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR http://orcid.org/0000-0002-5078-9017
  • Aliny de Lima Santos Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Palavras-chave: Idosos, Qualidade de vida, Promoção da saúde, Atividades diárias, Atenção primária a saúde.

Resumo

Este estudo buscou analisar o impacto das atividades de promoção da saúde na capacidade funcional e qualidade de vida de idosos no âmbito da atenção primária. Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa do tipo descritivo, desenvolvido com idosos cadastrados e acompanhados em uma Unidade Básica de Saúde do sul do país. As atividades de promoção da saúde eram desapega, bingo, pesqueiro e capoterapia. A coleta de dados se deu por meio de entrevista domiciliar semiestruturada com o uso dos seguintes questionários: escala de Katz e escala de Lawton Brody para a avaliação das atividades de vida diária, e WHOQOL-BREF para avaliação da qualidade de vida. Os dados foram registrados em instrumento impresso e analisados segundo estatística descritiva. Foram entrevistados 90 idosos, em dois grupos, sendo 45 idosos participantes de grupos de promoção da saúde (GP) e 45 idosos não participantes (GNP). Os idosos do GP se mostraram mais independentes nas atividades básicas (p=0,018) e instrumentais (p=0,015) na execução das atividades diárias e obtiveram diferença significativa (p=0,002) da qualidade de vida quando comparados aos idosos do GNP. A partir dos dados achados foi possível concluir que as práticas de promoção da saúde estão relacionadas a uma melhor preservação da capacidade funcional e qualidade de vida.

Biografia do Autor

Regiane Vitorino Borges, Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Enfermeira, Centro Universitário de Maringá, PR
Tatiane Lima Teixeira da Silva, Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Enfermeira, Centro Universitário de Maringá, PR
Mateus Dias Antunes, Universidade de São Paulo -USP
Possui graduação em Fisioterapia pelo Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR (2015). Pós-Graduado em Exercício Físico e Reabilitação do Idoso pela Faculdade Metropolitana de Maringá - FAMMA (2017). Mestre em Promoção da Saúde pelo Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR (Bolsista CAPES) (2017). Doutorando em Ciências da Reabilitação pela Universidade de São Paulo – USP. Atua como revisor de 40 periódicos científicos nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Promoção da Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: Idoso, Práticas corporais e Atividade Física , Espaços e Práticas que promovem a saúde de indivíduos, grupos e famílias e Saúde e Meio Ambiente.
Sonia Maria Marques Gomes Bertolini, Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Fisioterapeuta. Mestre e Doutora em Ciências Morfofuncionais. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde, Centro Universitário de Maringá, PR. Pesquisadora do Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação – ICETI.
Fernanda Shizue Nishida, Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Doutora pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. Atualmente é docente do Programa de Pós Graduação em Promoção da Saúde e curso de Medicina da Unicesumar. Atua como revisor da Revista Epidemiologia e Serviços de Saúde, Revista Saúde e Pesquisa e Journal of Physical Education. Tem experiência na área saúde coletiva, epidemiologia e envelhecimento. Pesquisadora e bolsista produtividade do Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICETI).
Aliny de Lima Santos, Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Enfermeira. Mestre e Doutora em Enfermagem. Professora do curso de Graduação em Medicina e Graduação em Enfermagem, Centro Universitário de Maringá, PR.
Publicado
2020-04-16
Como Citar
Borges, R. V., Silva, T. L. T. da, Antunes, M. D., Bertolini, S. M. M. G., Nishida, F. S., & Santos, A. de L. (2020). CAPACIDADE FUNCIONAL E QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS PARTICIPANTES E NÃO PARTICIPANTES DE GRUPOS DE PROMOÇÃO DA SAÚDE. Interfaces Científicas - Saúde E Ambiente, 8(2), 23-38. https://doi.org/10.17564/2316-3798.2020v8n2p23-38
Seção
Artigos