COMBATE AO FUMO NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO MUNÍCIPIO DE ARACAJU: EDUCAR É O CAMINHO

DOI:

https://doi.org/10.17564/2316-3798.2016v4n2p53-62

Autores

  • Taline Santos Almeida Enfermeira; Pós-graduada em Gestão em Saúde; Residente em Saúde Coletiva – Universidade Tiradentes, Aracaju-SE
  • Roberta A. C. M. Souza Cirurgiã dentista; Referencia técnica do Programa Municipal de Tabagismo de Aracaju; Especialista em Saúde Pública – Aracaju-SE.
  • Aline Barros Guimarães Educadora Física; Referência Técnica do Programa Saúde na Escola do Município de Aracaju, Aracaju-Sergipe.
  • lziney Simões da Silva Correia Enfermeira; Referência Técnica do Programa Saúde na Escola do Município de Aracaju; Mestranda em Enfermagem – UFS; Especialista em Saúde Pública.
  • Ilva S. Fontes Enfermeira; Mestre em saúde coletiva; Docente da Universidade Tiradentes – UNIT, Aracaju-SE.

Publicado

2016-02-29

Downloads

Edição

Seção

Artigos

Resumo

 No Brasil, segundo dados da Vigilância de Tabagismo

em Escolares do Ministério da Saúde, entre 20

e 45% dos jovens de 13 a 15 anos experimentaram

cigarro. Com isso o Programa Saúde na Escola junto

ao Programa Municipal de controle ao tabagismo em

parceira com a residência em saúde coletiva da Universidade

Tiradentes desenvolveu uma intervenção

educativa nas escolas públicas de Aracaju sobre o

tabagismo. O presente estudo reverte-se a uma abordagem

qualitativa de cunho sociofilosófico, com utilização

de intervenções lúdicas por meio de grupo

de teatro da companhia de núcleo de educação da

Secretaria Municipal de Transporte e apresentação

do filme de curta-metragem pelo Núcleo de Projetos

Inovadores da Secretaria Municipal de Saúde, ambas

atividades tiveram como tema central o tabagismo. O

trabalho teve como objetivo principal sensibilizar os

adolescentes das escolas públicas de Aracaju sobre

os riscos à saúde, como também os danos sociais,

políticos, econômicos e ambientais causados pelo

tabaco. A atividade foi bem acolhida pelos professores

e coordenações de ensino e de uma maneira

geral os alunos contemplados pela intervenção foram

bem receptivos ao projeto. Identificada uma significativa

absorção pelos alunos do tema abordado

nas atividades lúdicas. Mencionado pelos alunos

que em algum momento da vida já tiveram contato

com o cigarro, alguns relataram experiências sobre o

uso do mesmo e o conhecimento de algumas drogas

ilícitas. Os objetivos propostos pelo trabalho foram

obtidos, levando em consideração a participação

significativa e ativa dos alunos e a constatação da

absorção das informações transmitidas por meio das

falas dos adolescentes nos debates.

Como Citar

Almeida, T. S., Souza, R. A. C. M., Guimarães, A. B., Correia, lziney S. da S., & Fontes, I. S. (2016). COMBATE AO FUMO NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO MUNÍCIPIO DE ARACAJU: EDUCAR É O CAMINHO. Interfaces Científicas - Saúde E Ambiente, 4(2), 53–62. https://doi.org/10.17564/2316-3798.2016v4n2p53-62