Análises Multivariadas, análises de Componente Principal (ACP) e de Agrupamento (AA), para identificar futuros sítios de geração de energia eólica.

DOI:

https://doi.org/10.17564/2316-3798.2015v3n3p9-24

Autores

  • Amaury de Souza Instituto de Fisica, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Palavras-chave:

vento, energia eólica e agrupamento

Publicado

2015-06-08

Downloads

Edição

Seção

Artigos

Resumo

Apresenta-se neste estudo a avaliação da metodologia de Analises Multivariadas, Analise em Componentes Principal ACP e Analises de Agrupamento AA aos dados de velocidade médias diárias dos ventos de 19 estações meteorológicas no estado de Mato Grosso do Sul. Todas as Estações estão bem distribuídas espacialmente e o período de dados diários entre 2008 e 2010. Os resultados da Analises de Componentes Principal (ACP) identificou as regiões R1 e R3 como as mais favoráveis para a geração de energia eólica, em especial Campo Grande e Ivinhema. A analise de agrupamento (AA) pelo método de Ward, permitiu o agrupamento das estações em  três regiões homogêneas.

Biografia do Autor

Amaury de Souza, Instituto de Fisica, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Graduado em Física, Mestrado em Meteorlogia e Doutorado em Tecnologias Ambientais

Como Citar

Souza, A. de. (2015). Análises Multivariadas, análises de Componente Principal (ACP) e de Agrupamento (AA), para identificar futuros sítios de geração de energia eólica. Interfaces Científicas - Saúde E Ambiente, 3(3), 9–24. https://doi.org/10.17564/2316-3798.2015v3n3p9-24