Esclerose Múltipla: imunopatologia, diagnóstico e tratamento – Artigo de revisão

DOI:

https://doi.org/10.17564/2316-3798.2014v2n3p81-90

Autores

  • Valdete Mota Silva Graduada em Biomedicina pela Universidade Tiradentes - 2013
  • Décio Fragata Silva Professor Assistente 1 da Universidade Tiradentes

Palavras-chave:

Esclerose múltipla, tratamento, diagnóstico.

Publicado

2014-07-09

Downloads

Edição

Seção

Artigos

Resumo

A esclerose múltipla (EM) é conhecida pelos ingleses como esclerose disseminada e pelos franceses como esclerose em placas. Atinge principalmente adultos jovens, de gênero feminino, com etiologia multifatorial e ainda pouco conhecida. É uma doença inflamatória, crônica, desmielinizante do Sistema Nervoso Central, causando lesões disseminadas ou em placas na substancia branca e na medula espinhal. O diagnóstico é realizado pelos critérios de McDonald juntamente com exames laboratoriais, do líquido cefalorraquidiano, imagens do cérebro e medula por ressonância magnética e anamnese do paciente.  O tratamento hoje é realizado por imunossupressores e imunomoduladores, onde suas ações ainda são pouco conhecidas, porém estão apresentando bons resultados aos portadores de EM. Diante disso, essa pesquisa teve por objetivo descrever a definição, imunopatologia, diagnóstico e tratamento da EM. O método utilizado foi à pesquisa bibliográfica realizada nos sites Scielo, BIREME, NCBI e PubMed. Ainda são escassos trabalhos referentes a essa doença e os que existem estão meio vagos, com isso são necessárias pesquisas mais profundas em torno do percurso e etiologia da doença.

Biografia do Autor

Valdete Mota Silva, Graduada em Biomedicina pela Universidade Tiradentes - 2013

Graduada em biomedicina pela Universidade Tiradentes – UNIT (2013).

Décio Fragata Silva, Professor Assistente 1 da Universidade Tiradentes

Graduado em Ciências Biológicas - Modalidade Médica pela Universidade Tiradentes e Mestrado em Ciências na área de Pesquisas Laboratoriais em Saúde Pública pela Coordenadoria de Controle de Doenças do Estados de São Paulo.

Professor Assistente 1 da Unit, lecionando as disciplinas de Processos Patológicos, Anatomia Patológica e Morfofuncional

Como Citar

Silva, V. M., & Silva, D. F. (2014). Esclerose Múltipla: imunopatologia, diagnóstico e tratamento – Artigo de revisão. Interfaces Científicas - Saúde E Ambiente, 2(3), 81–90. https://doi.org/10.17564/2316-3798.2014v2n3p81-90