Chega-se à suficiência em Língua Inglesa ao fim do 9º ano do Ensino Fundamental Público em Sergipe?

  • Fabiane Menezes lawley Santana
  • Fernanda Marina Bonfim Vieira
  • José Breno de Jesus Oliveira
  • Lázaro Napoleão Clímaco de Souza
  • Ludovico Omar Bernardi Universidade Tiradentes
Palavras-chave: Currículos, competências, suficiência, língua inglesa, habilidades.

Resumo

Este artigo analisa, comenta e identifica se os alunos, referentes às redes das escolas públicas do Estado de Sergipe são suficientes na aquisição da Língua Inglesa ao final do 9º ano do Ensino Fundamental. Valeu-se, para tanto, de estudos abordados sobre as Competências Comunicativas, que estão diretamente ligadas à aquisição de uma língua estrangeira e/ou segunda língua através de seus aspectos linguísticos, bem como de análise da construção dos currículos dessas séries do ensino fundamental, com base nas teorias dos estudiosos da área. Este estudo expõe a atual realidade dos alunos sergipanos, trazendo para a área acadêmica informações e questionamentos sobre a qualidade dos conteúdos programáticos do ensino público da rede de escolas abordada. A avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) aplicada aos alunos da rede pública Estadual de Sergipe no ano de 2011 serviu como referência para o apontamento das falhas na aquisição dessa língua estrangeira.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ludovico Omar Bernardi, Universidade Tiradentes
Letras-Inglês - Práticas Investigativas
Publicado
2013-02-25
Como Citar
Santana, F. M. lawley, Vieira, F. M. B., Oliveira, J. B. de J., Souza, L. N. C. de, & Bernardi, L. O. (2013). Chega-se à suficiência em Língua Inglesa ao fim do 9º ano do Ensino Fundamental Público em Sergipe?. Caderno De Graduação - Ciências Humanas E Sociais - UNIT - SERGIPE, 1(2), 73-87. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/cadernohumanas/article/view/498
Seção
Artigos