Prevalência de Esquistossomose Mansônica na cidade de Nossa Senhora do Socorro, Sergipe, 2001-2006

Simone Alves Garcez Guedes, Lorena Dias Albuquerque Cunha

Resumo


A esquistossomose mansônica é uma doença infecto-parasitária, veiculada pela água e causada pelo Schistosoma mansoni. A região Nordeste do país é de alta endemicidade, sendo Sergipe um estado com prevalência relevante e dados negligenciados. O Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) foi o banco de dados utilizado para a coleta de informações como: zona de residência, escolaridade, raça, sexo e faixa etária, nos anos de 2001 a 2006. Apesar da deficiência no preenchimento das fichas cadastrais, o presente estudo pôde evidenciar que na cidade de Nossa Senhora do Socorro, a esquistossomose é uma doença urbana, que acomete indivíduos com 4 a 7 anos de estudo, em sua maioria de cor parda, do sexo masculino e com idade entre os 20 e 39 anos. A pesquisa demonstra que a esquistossomose e a subnotificação são problemas de saúde pública importantes na cidade de Nossa Senhora do Socorro, que devem ser revistos para a melhoria da saúde da sua população

Palavras-chave


Esquistossomose; Agravos Notificáveis; Saúde Pública

Texto completo:

PDF