GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM RECURSOS HÍDRICOS (SUBTERRÂNEOS): UMA PROPOSTA COM USO DO PMBOK

Daniela Dantas de Menezes Ribeiro

Resumo


O presente artigo tem como objetivo aplicar os processos apresentados no PMBOK na elaboração e gerenciamento de projetos sobre águas subterrâneas no Estado de Sergipe. A água subterrânea consiste em uma importante reserva hídrica, com ocorrência abaixo da superfície terrestre, ocupando os poros e vazios entre os grãos das rochas sedimentares e fraturas de rochas maciças, sendo armazenadas  em  reservatórios  denominados  aquíferos. A Lei Federal n°  9433/97(BRASIL,  1997)  instituiu  a Política  Nacional  de Recursos Hídricos e o Sistema de Gerenciamento de Recursos Hídricos, e possui como seus instrumentos o Sistema  Nacional  de Informações sobre Recursos Hídricos e a Outorga de Direito de Uso de Recursos Hídricos. Esses instrumentos possuem significativa importância na gestão  dos  recursos  hídricos  subterrâneos,  uma  vez  que  requer  para  suas aplicações,  estudos  de  caracterização  do  sistema  aquífero visando um melhor aproveitamento do reservatório de acordo com seus diferentes usos (abastecimento humano, industrial e irrigação). A abordagem metodológica contempla os seguintes processos com base no PMBOK: iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle e encerramento. Em projetos de gerenciamento de recursos hídricos a combinação desses processos é aplicável, com prazos e atividades definidos no cronograma em constante interação no gerenciamento integrado do projeto.

Palavras-chave


Gerenciamento de projetos, águas subterrâneas, PMBOK, projeto Canvas

Texto completo:

PDF