ESTUDO DA POTENCIALIDADE DA CONSTRUÇÃO COM TERRA VISANDO A SUSTENTABILIDADE EM SERGIPE

  • Alexsander Araujo Santos Universidade Tiradentes
  • Mariele Dourado Rodrigues
  • Tainara Alves de Oliveira

Resumo

Analisando o contexto histórico das construções em terra, e mais especificamente a taipa de sopapo e pilão, evidencia-se um longo processo de adaptação na sua utilização, em relação a tempo e espaço. A modificação do seu uso dá-se desde a utilização com fibras vegetais e animais na antiguidade até a contemporaneidade, onde agregam-se produtos industrializados como o cimento para dar mais resistência ao material. Mesmo diante das modificações feitas ao longo dos anos, evidencia-se muitas potencialidades na sua utilização como a relação ao conforto térmico, execução sem mão de obra especializada e baixo custo. Além dos aspectos sustentáveis como a baixa energia incorporada, fácil acesso, podendo ser extraído no próprio local da construção, dispensando transporte do local de produção à obra, e totalmente reutilizável. Apesar de suas vantagens, a construção com terra foi estigmatizada e substituída por materiais ditos convencionais, que não possuem os mesmos benefícios que a taipa, mas foram conceituados como bons materiais resistentes, e portanto muito utilizado na atualidade. A pesquisa se desenvolveu com revisão bibliográfica, fazendo uso de publicações em língua portuguesa e inglesa. O enquadramento histórico se deu num panorama mundial, mostrando a utilização da terra desde a antiguidade até a contemporaneidade, destacando-se alguns municípios do estado de Sergipe, entre eles o de Laranjeiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-04-08
Como Citar
Santos, A. A., Rodrigues, M. D., & de Oliveira, T. A. (2020). ESTUDO DA POTENCIALIDADE DA CONSTRUÇÃO COM TERRA VISANDO A SUSTENTABILIDADE EM SERGIPE. Caderno De Graduação - Ciências Humanas E Sociais - UNIT - SERGIPE, 6(1), 79. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/cadernohumanas/article/view/8305
Seção
Artigos