AS CONSEQUÊNCIAS DO USO INDISCRIMINADO DOS BENZODIAZEPÍNICOS E SUA RELAÇÃO COM A DEPENDÊNCIA QUÍMICA

  • João Paulo Alves Pereira "Centro Universitário Tiradentes - UNIT"
Palavras-chave: Benzodiazepínicos. Dependência Química. Síndrome de Abstinência. Psicofarmacologia dos Benzodiazepínicos.

Resumo

Este artigo visa averiguar as consequências do uso indiscriminado dos benzodiazepínicos e sua relação com a dependência química, buscando discutir o que são benzodiazepínicos, como é a interação do organismo com o medicamento e a resolução de tal confluência. Para isso, uma pesquisa bibliográfica narrativa foi realizada por artigos científicos, livros, revistas, boletins e diretrizes clínicas para a contextualização da teoria, dando ênfase ao viés qualitativo dos dados investigados. Os resultados apontam para o fato de que o consumo desregrado provoca efeitos similares aos de outras substâncias químicas, podendo vir a gerar dependência e por consequência de sua retirada, a abstinência. Além disso, a falta de uma psicoeducação sobre a farmacologia do mesmo e de suas consequências favorece uma população desinformada sobre os altos riscos que correm ao utilizar de forma prolongada sugerindo assim, que há também uma defasagem informativa das campanhas públicas direcionadas a esta situação pelo Ministério da Saúde, dificultando a transmissão de conhecimento sobre tais fármacos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-04-08
Como Citar
Alves Pereira, J. P. (2020). AS CONSEQUÊNCIAS DO USO INDISCRIMINADO DOS BENZODIAZEPÍNICOS E SUA RELAÇÃO COM A DEPENDÊNCIA QUÍMICA. Caderno De Graduação - Ciências Humanas E Sociais - UNIT - SERGIPE, 6(1), 287. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/cadernohumanas/article/view/7714
Seção
Artigos