O PROCESSO DE ABERTURA DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E A DESBUROCRATIZAÇÃO COM A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA REDESIM NO MUNICÍPIO DE ARACAJU

  • Daniele da Rocha Lima Universidade Tiradentes
  • Thamirys Monteiro Santos Vieira Universidade Tiradentes
  • Diego Silva Souza Professor da Universidade Tiradentes
  • Célio Roberto Vieira da Silva Universidade Tiradentes
Palavras-chave: Burocracia, REDESIM, Registro de Empresas.

Resumo

Com este artigo, pretende-se demonstrar o processo de abertura das micro e pequenas empresas na cidade de Aracaju e como o sistema da Rede Nacional para Simplificação do registro e da Legalização de Empresas e Negócios - REDESIM ajudou na desburocratização desse procedimento. Para isso foram desenvolvidas pesquisas bibliográficas e documentais e realizada uma visita à Junta Comercial do Estado de Sergipe – JUCESE a fim de ampliar os conhecimentos sobre o tema. O sistema de abertura do Brasil sempre foi considerado algo muito burocrático, devido às dificuldades e lentidão das conclusões das etapas desse processo. Porém com a sanção da Lei da 11.598 de 2007, lei da REDESIM, esse cenário vem sendo modificado. Hoje é perceptível essa mudança em diversos estados, como é o caso de Sergipe. Em 2014 foi lançado o Agiliza Sergipe, um portal de serviços em parceria com a prefeitura de Aracaju, Receita Federal e a Junta Comercial de Sergipe, o que facilitou ainda mais a conclusão das etapas. Com os resultados obtidos pode-se perceber que quando os empreendedores buscam orientações sobre como abrir uma empresa, se depara com um sistema totalmente interativo e facilitado, como também o tempo para a conclusão foi bastante reduzido. Apesar do sistema não estar funcionando em todos os municípios de Sergipe, a integralização de grande parte desses é bastante satisfatória, o que faz com que essa total participação seja uma questão de tempo. O sistema do REDESIM e seus procedimentos estão em constantes atualizações para garantir segurança e agilidade na conclusão dos procedimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele da Rocha Lima, Universidade Tiradentes
Graduanda em Ciências Contábeis pela Universidade Tiradentes
Thamirys Monteiro Santos Vieira, Universidade Tiradentes
Graduanda em Ciências Contábeis pela Universidade Tiradentes
Diego Silva Souza, Professor da Universidade Tiradentes
Mestre em Ciências Ambientais pelo PROF-CIAMB UFS (2018), Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Tiradentes (2017), Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Tiradentes (2009), possuo Especialização latu sensu em Gestão Fiscal e Planejamento Tributário (2011). Atualmente sou Professor da Universidade Tiradentes lotado na Coordenação de Ciências Contábeis EAD, membro do Núcleo Docente Estruturante dos Cursos de Ciências Contábeis (presencial e EAD) e Administração (EAD). Possuo experiência também em gerenciamento financeiro e contábil, com ênfase em gestão de custos, na construção civil como projetista e orçamentista; na educação como professor do ensino profissionalizante de nível médio, e como docente do ensino superior, atuando inclusive como tutor do CESAD-UFS. Educador Certificado pelo Google for Education nos níveis 1 e 2.
Célio Roberto Vieira da Silva, Universidade Tiradentes
Professor tutor virtual da Universidade Tiradentes.
Publicado
2020-04-08
Como Citar
Lima, D. da R., Santos Vieira, T. M., Souza, D. S., & Silva, C. R. V. da. (2020). O PROCESSO DE ABERTURA DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS E A DESBUROCRATIZAÇÃO COM A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA REDESIM NO MUNICÍPIO DE ARACAJU. Caderno De Graduação - Ciências Humanas E Sociais - UNIT - SERGIPE, 6(1), 107. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/cadernohumanas/article/view/7654
Seção
Artigos