SPED ECD: UM DESAFIO ANUAL PARA O PROFISSIONAL CONTÁBIL

  • Diego Silva Souza Professor da Universidade Tiradentes
  • Cristina de Ribeiro Lisboa Sucupira Professora na Universidade Tiradentes
  • Carlos Deives Santos Macedo Universidade Tiradentes
  • Thyago Santos Menezes Universidade Tiradentes
Palavras-chave: Assinaturas dos Livros Digitais, Escrituração Contábil Digital, Fluxo de Informações, Obrigações Acessórias.

Resumo

A revolução digital, ocorrida nas últimas décadas, foi um marco para a Contabilidade brasileira. Após a criação do Sistema Público de Escrituração Digital, a relação fisco/contribuinte trouxe benefícios para a sociedade, porém incertezas, de início, para a classe contábil. Com a implantação do Projeto SPED, iniciado pela Escrituração Contábil Digital - ECD, o fisco federal, estadual e municipal teve capacidade e autonomia de concentrar, todas as informações, de maneira a substituir a escrituração em papel para uma nova, totalmente digital. No intuito de aumentar esse controle, o governo criou tantos outros SPEDs, nas mais diversas áreas e atuações, com o intuito de manter seu poder fiscalizatório ativo principalmente no que se refere às sonegações e transações financeiras. Diante desse contexto, este estudo tem como objetivo exemplificar todos os detalhes quanto às obrigações de envio, demonstrações contábeis obrigatórias, a quantidade de mudanças nos dispositivos legais, a cautela na substituição dos livros contábeis e as sanções impostas, pelo atraso no envio ou na omissão de informações. Por conseguinte, esta pesquisa foi caracterizada como bibliográfica e documental, pois tanto artigos quanto a legislação e normatização, acerca da temática, serviram de arcabouço teórico, sendo estas características descritivas. As conclusões demonstram o poder do fisco na eficácia e eficiência quanto às assinaturas, recebimento de dados, agilidade no fluxo de informações, mas excesso de alterações, na legislação, comprometendo assim sua compreensão, seu processo e, por diversas vezes, seu entendimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Silva Souza, Professor da Universidade Tiradentes
Mestre em Ciências Ambientais pelo PROF-CIAMB UFS (2018), Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Tiradentes (2017), Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Tiradentes (2009), possuo Especialização latu sensu em Gestão Fiscal e Planejamento Tributário (2011). Atualmente sou Professor da Universidade Tiradentes lotado na Coordenação de Ciências Contábeis EAD, membro do Núcleo Docente Estruturante dos Cursos de Ciências Contábeis (presencial e EAD) e Administração (EAD). Possuo experiência também em gerenciamento financeiro e contábil, com ênfase em gestão de custos, na construção civil como projetista e orçamentista; na educação como professor do ensino profissionalizante de nível médio, e como docente do ensino superior, atuando inclusive como tutor do CESAD-UFS. Educador Certificado pelo Google for Education nos níveis 1 e 2.
Cristina de Ribeiro Lisboa Sucupira, Professora na Universidade Tiradentes
Possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Tiradentes (1998), experiência na área de Contabilidade, Fiscal e Trabalhista, Auditoria e Perícia Contábil. Coordenadora Técnica na empresa Barros Filhos Contabilidade Ltda há 18 anos, atuando como coordenadora dos setores fiscal e contábil e pessoal há 14 anos. Desempenha atividades na empresa com domínio na área fiscal e contábil na elaboração de balanços, balancetes mensais, acompanhamento de lançamentos e rotinas contábeis, apuração de impostos em empresas tributadas pelo Lucro Real, Lucro Presumido, Simples Nacional, empresas do 3º setor, elaboração das obrigações fiscais e acessórias no âmbito federal: IRPF / DCTF / DEFIS / DIPJ / DIRF / SPED/ECD E SPED/ECF, compensação de impostos através de PERD/COMP. Prática na integração contábil em todos os módulos (Escrita Fiscal, contabilidade, Folha de pagamento, ativo imobilizado) e tem experiencia nos programas Alterdata, Mastermaq e Domínio Sistemas e na área de contabilidade pública nos programas Siscont e Siscac onde atua como contadora em Conselhos de Fiscalização (OAB/Seccional Sergipe, CRECI/SE, CRESS e CRQ) há 16 anos. Conselheira do CRC/SE na gestão 2016-2020 e participo como integrante da câmara de desenvolvimento profissional. Professora Universitária na Universidade Tiradentes desde janeiro de 2014 no curso de Ciências Contábeis presencial e EAD - ensino a distância e Pós-Graduação UNIT nas disciplinas de Prática de Contabilidade I, II e III, Auditoria e Perícia Contábil, Contabilidade pública, Análise das Demonstrações Financeiras, Planejamento e Contabilidade Tributária e Estágio e orientação de TCC. Contatos: cristina_aju@hotmail.com; 79 99872-2422.
Carlos Deives Santos Macedo, Universidade Tiradentes
Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Tiradentes
Thyago Santos Menezes, Universidade Tiradentes
Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Tiradentes.
Publicado
2020-04-08
Como Citar
Souza, D. S., Sucupira, C. de R. L., Santos Macedo, C. D., & Menezes, T. S. (2020). SPED ECD: UM DESAFIO ANUAL PARA O PROFISSIONAL CONTÁBIL. Caderno De Graduação - Ciências Humanas E Sociais - UNIT - SERGIPE, 6(1), 119. Recuperado de https://periodicos.set.edu.br/cadernohumanas/article/view/7610
Seção
Artigos