DESIGN GRÁFICO E CINEMA: As Perspectivas Semióticas do Filme In the Mood for Love

Izael Dias da Silva Filho, Talita de Azevedo Déda

Resumo


O designer de produção, profissional que atua na indústria cinematográfica, é responsável pelo conceito estético da imagem fílmica. Para alcançar o conceito que o filme requer, ele utiliza certos elementos que servirão de apoio aos personagens e a narrativa, no entanto para a articulação desses elementos, o designer de produção deve compreender as regras do alfabetismo visual e de que forma ele pode auxiliar nas unidades da linguagem visual em prol da narrativa, tendo como objeto de estudo o filme In the Mood for Love. Para a compreensão da significação desses elementos no filme, será realizada uma análise semiótica com base no método de Christian Metz (2014) auxiliado pela transcrição e leitura fílmica proposta por Laurent Jullier e Michel Marie (2009). Este artigo não pretende fazer uma análise unilateral sobre o discurso fílmico e suas estratégias narrativas, mas sim, objetiva expor aos designers gráficos de que maneira as teorias em design gráfico podem ser aplicadas ao projeto fílmico, com o intuito de auxiliar a narrativa fílmica, através de um estudo sobre os elementos de design de produção presentes no filme In the Mood for Love.

Palavras-chave


Palavras – Chave: Design Gráfico; Design de produção; Semiótica e Linguagem Cinematográfica.

Texto completo:

PDF