ABUSO SEXUAL INFANTOJUVENIL: UM ESTUDO SOBRE O ENFRENTAMENTO INSTITUCIONAL EM SERGIPE

Alessandra Fabiana Nascimento, Myllena Miriam Florêncio Florêncio Oliveira, Isis de Goes Tavares Amazonas, Gabriel Santos Hora, Hilton Santana Bastos, Deisy Ramalho, João Francisco Lago do Rodrigues

Resumo


O presente trabalho trata da violência sexual infantojuvenil e tem por finalidade analisar as políticas públicas relacionadas ao enfrentamento do abuso sexual infantojuvenil no Brasil, especialmente no Estado de Sergipe, assim como  a atuação dos setores públicos que compõem a rede de atendimento às vítimas em potencial. O principal propósito foi verificar o funcionamento da rede de atendimento a crianças e adolescentes vÍtimas potenciais de abuso sexual; apontar os problemas enfrentados pelos Órgãos Públicos em Sergipe e averiguar as ações de prevenção quanto a temática. O problema reside em compreender os encaminhamentos adotados pelas Instituições Públicas que compõe a rede de atendimento ao abuso sexual infantojuvenil em Sergipe, tendo em vista que a forte integração das ações desenvolvidas tem o condão de reduzir a ocorrência e/ou as consequências das diferentes formas de manifestação. A importância dessa investigação é a possibilidade de levantamento dados a cerca das políticas públicas implementadas no Brasil em especial em Sergipe quanto ao abuso sexual infantojuvenil, e as experiências práticas no âmbito dessa complexa temática, possibilitando a elaboração de parâmetros legitimados pela participação crítica e reflexiva.

 


Palavras-chave


Infantojuvenil, abuso sexual; rede de atendimento; políticas públicas de atendimento

Texto completo:

PDF