Aspectos relacionados à internação hospitalar em adultos portadores de HIV/AIDS

Cícera Eugenia Pereira Silva, Ligia Mara Dolce de Lemos, Juliana Oliveira Musse Silva, Lidiane de Souza Lima, Maria Josiene Menezes Teles, Maria Alzira D’ávila Nery Guimarães

Resumo


Resumo
Objetivo: analisar aspectos relacionados à internação hospitalar em portadores de HIV/aids. Método: trata-se de um estudo transversal, realizado no Hospital Universitário de Aracaju/SE, no setor de infectologia. Resultados: a amostra foi composta por 40 adultos HIV reagentes. Dos 40 participantes, 24 (60,0%) eram homens, 20 (50,0%) possuíam faixa etária abaixo de 40 anos e 27(67,5%) com menos de oito anos de estudo. Quanto à internação hospitalar 31 (77,5%) apresentaram diagnóstico tardio do HIV, com doenças relacionadas à aids, a exemplo de pneumonia 2 (5,0%) e tuberculose 4 (10,0%). Conclusão: os dados deste estudo permitem afirmar que homens, população jovem e com pouca escolaridade são aspectos que corroboram para a internação hospitalar. A predominância entre os pacientes que apresentaram diagnóstico tardio é preocupante, principalmente por revelar falhas nos processos do cuidado à saúde.
Palavras- chave: HIV; Aids; Hospitalização; Terapia Antirretroviral de Alta Atividade.

Palavras-chave


HIV; Aids; Hospitalização; Terapia Antirretroviral de Alta Atividade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3798.2019v8n1p11-28


Indexada em: