A RELAÇÃO DE ANIMAIS DOMÉSTICOS NA EDUCAÇÃO E SAÚDE

Naura Angélica Silva, Gabriele Marisco

Resumo


O uso de terapia assistida por animais traz grandes benefícios para
as pessoas como motivação, companheirismo e afeto ajudando tanto na saúde física quanto mental. O objetivo deste trabalho foi realizar uma pesquisa através de uma revisão bibliográfica integrativa sobre a influência dos animais domésticos na educação e saúde no Brasil. Foram encontrados 48 trabalhos publicados, onde 43 trabalhos tratam da relação do animal com o homem por um período de curto prazo utilizando a terapia assistida e 5 artigos sobre os benefícios do convívio com animais à longo prazo. Foi constatado que os cães são os animais mais utilizados, sendo a
escola o local que apresentou uma maior frequência para a realização da terapia assistida, tendo como o maior público as crianças. Destaca-se que a terapia assistida atende principalmente deficiência intelectual e déficit de atenção/hiperatividade, pode também auxiliar em tratamentos psicológicos como condição de abandono e violência, paralisias e câncer. Assim, a terapia assistida possui técnicas e objetivos a serem alcançados que favorecem aqueles que dela necessitam, desde a melhoria na saúde como na qualidade de vida, através da socialização e comunicação reduz o isolamento, a solidão, a ansiedade, além de
melhorar a concentração, a expressão de sentimentos e a auto estima. A terapia assistida utilizando animais, principalmente cães, em escolas, podem ser mediadores do ensino, pois a vivência das crianças com animais na escola serve de motivação para a aprendizagem, além de contribuir com aspectos psicológicos educacionais, colaborando para um melhor desempenho escolar e minimização da agressividade.

Palavras-chave


Terapia Assistida; Animais; Educação; Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3798.2018v7n1p71-78


Indexada em: