A CONTRIBUIÇÃO DA TECNOLOGIA PARA A PARTICIPAÇÃO POPULAR NO GOVERNO E A CIBERDEMOCRACIA

Ângelo José Santana Andrade

Resumo


No Brasil o sistema de governo baseia-se numa
democracia representativa aliada a institutos
de democracia direta, um modelo denominado
semidireto. Ocorre que a despeito dos instrumentos
oferecidos aos cidadãos para que participe
do governo o panorama é de inércia participativa,
muito pouco houve de participação
popular no governo desde a promulgação da
Constituição Federal de 1988. Entretanto, atualmente
com o advento da internet na era digital
e as redes sociais este panorama tende a mudar.
Dessa forma o presente trabalho teve como
objetivo analisar a contribuição desses avanços
tecnológicos no que diz respeito à participação
popular no governo, com enfoque nos sistemas
informatizados e nas redes sociais. Concluindo
que tais avanços são de suma importância para
o desenvolvimento de uma nova forma de democracia,
que una como nunca a participação
popular e o governo representativo: a ciberdemocracia.
O presente trabalho tem cunho eminentemente
teórico e bibliográfico e utiliza-se
precipuamente do método dedutivo.

Palavras-chave


Democracia. Participação Popular. Inércia Participativa. Internet. Redes Sociais.

Texto completo:

PDF