Análise de riscos em planta de desestabilização de emulsões de petróleo via micro-ondas: o caso da planta piloto da Universidade Tiradentes

Wilson Linhares Santos, Roberto Theobald

Resumo


A produção do petróleo é acompanhada pela produção de água, que deve ser removida para que o petróleo seja especificado dentro de certos parâmetros para envio às refinarias. O percurso acidentado da extração do petróleo em condições severas de temperatura e pressão que os fluidos produzidos devem atravessar promove uma mistura intensa entre os componentes, água e óleo, resultando no aparecimento das emulsões. A quebra destas emulsões é uma etapa complexa e requer a utilização de tratamentos físicos e químicos. Com o aumento da produção de petróleo no Brasil, cresce a necessidade de tecnologias mais eficientes para a quebra das emulsões, e a irradiação micro-ondas surge como alternativa viável e eficiente. Nesse estudo foram utilizadas as técnicas de análise de riscos qualitativas APR e HAZOP na planta piloto de desestabilização de emulsões, localizada no Núcleo de Estudos em Sistemas Coloidais da Universidade Tiradentes, com objetivo de gerar recomendações para que sejam aperfeiçoadas as salvaguardas de segurança durante a operação dessa planta piloto e posteriormente incorporadas às futuras plantas em escala industrial.

Palavras-chave


Análise de riscos; APR; HAZOP; segurança operacional

Texto completo:

PDF