CEFALEIA ASSOCIADA À DTM

Anne Myrelle da Cruz Andrade, Darllon Manuel Borges Souza, Luana Ranna Silva Santos, Lucas Mariz de Menezes Torres, Marielly dos Anjos Ferreira da Silva, Danilo Cavalcante Fernandes

Resumo


A disfunção temporomandibular quando está relacionado ao sintoma dor de cabeça, visa mostrar a seriedade das limitações que o portador tende a possuir, bem como enfatizar os principais cuidados que necessariamente precisa ter, para obter uma boa qualidade de vida. Objetivo: Analisar a literatura acerca da cefaleia relacionada à disfunção temporomandibular. Metodologia: Foi feita uma revisão integrativa da literatura na base de dados LILACS, utilizando os descritores, “cefaleia”, “dor facial” e “transtornos da articulação temporomandibular”. Os critérios de inclusão utilizados foram artigos publicados em português, disponível na integra, publicados nos últimos cinco anos. Resultados: A cefaleia e a DTM associados, proporcionam sinais e sintomas ao portador devido ao desencadeamento da articulação temporomandibular, além das limitações da musculatura o sintoma dor de cabeça. Conclusão: O estudo consta que a cefaleia e a disfunção temporomandibular possuem etiologias multifatoriais, no entanto, indivíduos acometidos por a complicação da articulação, podem apresentar dentre outros sintomas a cefaleia devido ao intenso trabalho exercido pelos músculos miofaciais.

Palavras-chave


Cefaleia; Dor facial; Transtornos da articulação temporomandibular

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, R. N. et al. Efeito da toxina botulínica na terapêutica da cefaleia tipo tensional. Revista Odontológica do Brasil-Central, [S.L], v. 22, n. 61, p. 85-89, 2013. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

FERREIRA, C. L. P.; SILVA, M. A. M. R. da; FELÍCIO, C. M. de. Sinais e sintomas de desordem temporomandibular em mulheres e homens. CoDAS, São Paulo, v. 28, n. 1, p. 17-21, fev. 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

FERREIRA, G. C. et al. Tratamento cirúrgico para DTM: Revisão de literatura. R Odontol Planal Cent, [S.L], v. 6, n. 1, p. 28-34, jan./jun. 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

LEITÃO, G. L. N. C. et al. Disfunção temporomandibular em pacientes com fibromialgia: dor e aspectos psicológicos envolvidos. Revista Odontológica do Brasil-Central, [S.L], v. 23, n. 65, p. 94-99, 2014. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

PAULINO, M. R. et al. Prevalência de sinais e sintomas de disfunção temporomandibular em estudantes pré-vestibulandos: associação de fatores emocionais, hábitos parafuncionais e impacto na qualidade de vida. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 23, n. 1, p. 173-186, jan. 2018. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

POZZEBON, D. et al. Disfunção temporomandibular e dor craniocervical em profissionais da área da enfermagem sob estresse no trabalho. Rev. CEFAC, São Paulo, v. 18, n. 2, p. 439-448, abr. 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

REIS, L. D. O. et al. Prevalência de Dor Miofascial em Pacientes com Desordem Temporomandibular. HU Revista, Juiz de Fora, v. 42, n. 3, p. 225-229, set./out. 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

SANTOS, C. M. T. et al. Cefaleia e disfunção têmporo-mandibular. Moreira Jr Editora | RBM Revista Brasileira de Medicina, [S.L], v. 70, n. 7, p. 272-277, jul. 2013. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

SARTORI, L. R. M. et al. Terapias para regeneração do disco articular. RFO UPF, Passo Fundo, v. 21, n. 3, p. 407-413, set./dez. 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

SILVA, C. B. D. et al. Frequência das disfunções temporomandibulares (DTM) e sua relação com a ansiedade e depressão entre usuários que procuraram o setor de odontologia em uma unidade de saúde. Revista de APS, [S.L], v. 17, n. 4, p. 516-522, out./dez. 2014. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

SILVA, M. S. et al. Percepção do ruído ocupacional e perda auditiva em estudantes de Odontologia. Revista da Abeno, [S.L], v. 26, n. 2, p. 16-24, 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.

VIANA, M. D. O. et al. Avaliação de sinais e sintomas da disfunção temporomandibular e sua relação com a postura cervical. Revista de Odontologia da UNESP, Araraquara, v. 44, n. 3, p. 125-130, mai./jun. 2015. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2018.