A INFLUÊNCIA DA ALIMENTAÇÃO NA INCIDÊNCIA DE CÁRIES EM CRIANÇAS

Arianne Kimberly Barbosa da Matta, Irys Maria Oliveira Alves, Luzia Ranyele Soares Machado da Paz, Rebeca Karyne Ferreira da Silva, Nattalia Hauster Nunis Silva, Danilo Cavalcante Fernandes

Resumo


A cárie dentária é uma doença infecto contagiosa que possui determinante relação com os hábitos de higiene e alimentação, desenvolvendo-se principalmente na primeira infância, resultando de fatores como: consumo de açúcares em excesso e a higienização incorreta. O objetivo deste estudo é analisar a literatura acerca da saúde bucal relacionado a influência dos alimentos na incidência de cárie em crianças, visando o bem-estar e a saúde infantil. Foi realizada uma revisão integrativa, utilizando a base de dados Lilacs. Os critérios de inclusão para a seleção da amostragem foram: artigos publicados em português, disponíveis na íntegra e indexados no Lilacs, nos últimos 5 anos e que retrata acerca da temática em estudo. Foram encontradas vinte e três ocorrências, com 9 repetições, sendo então analisados quatorze artigos científicos. Os resultados apontaram que a cárie é uma doença multifatorial, relacionado aos fatores microbiológicos, propriedades salivares e variáveis clínicas, mais suscetíveis em alimentos ricos em carboidratos e de baixo valor nutricional, causando prejuízos a criança. Portanto, faz-se necessário a atuação de políticas públicas de incentivo para promoção e prevenção de saúde bucal com os pais e/ou responsáveis, visando a redução da incidência de cáries em crianças, mas também nos próprios cuidadores delas.

Palavras-chave


Alimentação da criança, cárie dentária, criança.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE et al. Conhecimento de pais/responsáveis sobre a cárie dentária na primeira infância. Rev. do Prog. de Pós-Graduação em Odont. da Fac. da Saúde da Univer. Metod. de São Paulo. Rio de Janeiro, 2015; v. 23, n. 45-46, p. 29-36. Disponível em: . Acesso em: 09 Out. 2018.

BADALOTTI, T. S.; WEIGERT, K. L.; BOS, A. J. G. Efeito de um programa de educação em saúde no perfil de saúde bucal de pré-escolares: uma experiência na rede pública de Porto Alegre, Brasil. Rev. Bras. em Promoção da Saúde. Fortaleza, 2013, ISSN-1806-1230; v. 26, n. 1, p. 102-9. Disponível em: . Acesso em: 03 Set. 2018.

BATISTA, L. R. V.; MOREIRA, E. A. M.; CORSO, A. C. T. Alimentação, estado nutricional e condição bucal da criança. Rev. Nutr. Campinas, 2007, ISSN 1678-9865; v. 20, n. 2, p. 191-196. Disponível em: . Acessado em: 09 Out. 2018.

BIRAL, A. M. et al. Cárie dentária e práticas alimentares entre crianças de creches do município de São Paulo. Rev. Nutr. Campinas, 2013, ISSN 1415-5273; v. 26, n. 1, p. 37-48. Disponível em: . Acesso em: 04 Set. 2018.

COUTO, V. E. S. do et al. A influência da alimentação na cárie dental. Mostra Científica da Farmácia, [S.l.], v. 3, n. 1, jul. 2017. ISSN 2358-9124. Disponível em: . Acesso em: 05 Ago. 2018.

FARGHALY, J. G. et al. Efeito do gênero (masculino e feminino) sobre a cárie dentária e parâmetros salivares de crianças. Pesq. Bras. Odontoped. Clin. Integr. João Pessoa, 2013, INSS 1519-0501; v. 13, n. 1, p. 11-15. Disponível em: .

Acesso em: 03 Set. 2018.

FREITAS, S. F. T. de; LACERDA, J. T. de; NEUMANN, S. R. B. Severidade da Cárie Dentária e Fatores Associados em Escolares da Rede Pública de Joinville, Santa Catarina. Pesq. Bras. em Odontopediatria e Clínica Int. Paraíba, 2013, ISSN 1519-0501; v. 13, n. 4, p. 303-8. Disponível em: . Acessado em: 04 Set. 2018.

LIMA, B. F. de A. Alterações fisiológicas e de erupção dentária na obesidade infantil. Rev. Odontol. Univ. Cid. São Paulo. São Paulo, 2016, ISSN 1983-5183; v. 28, n. 1, p. 50-7. Disponível em: . Acesso em: 04 Set. 2018.

LOSSO E. M. et al. Cárie precoce e severa na infância: uma abordagem integral. Jornal de Pediatria. Rio de Janeiro, 2009. v. 85, n. 4. p. 295-300. Disponível em: . Acesso em: 17 Out. 2018.

MELO K. M. et al. Conhecimento de pais/responsáveis sobre a cárie dentária na primeira infância. Rev. do Curso de Odon. da Fac. da Saúde da Univ. Metod. de São Paulo. Rio de Janeiro, 2015, INSS 2176-1000; v. 23, n. 45-46, p. 29-36. Disponível em: . Acesso em: Acesso em: 02 Set. 2018.

MELO, K. M. et al. Influência do comportamento dos pais durante a refeição e sobrepeso na infância. Esc. Anna Nery , Rio de Janeiro, v. 21, n. 4, e20170102, 2017. Disponível em: . Acesso em: 03 de Set. de 2018.

MENDES, K. D. S.; SILVEIRA, R. C. de C. P.; GALVAO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm., Florianópolis , v. 17, n. 4, p. 758-764, Dec. 2008 . Disponível em: . Acesso em: 20 Ago. 2018.

MIRANDA, C.C. et al. Análise do potencial cariogênico e erosivo de diferentes marcas de leite fermentado. Rev. do Curso de Odon. do Centro Univer. Uninovafapi. Teresina, 2017; v. 31, n. 274/275, p. 120-4. Disponível em: . Acesso em: 03 de Set. 2017.

NARVAI, P. C. Cárie dentária e flúor: uma relação do século XX. Ciên. saúde coletiva, Rio de Janeiro, 2000, ISSN 1678-4561; v. 5, n. 2, p. 381-392. Disponível em: . Acesso em: 17 Out. 2018.

NUNES, V. H.; PEROSA, G. B. Cárie dentária em crianças de 5 anos: fatores sociodemográficos, lócus de controle e atitudes parentais. Ciên. saúde coletiva, Rio de Janeiro, 2017, ISSN 1678-4561; v. 22, n. 1, p. 191-200. Disponível em: . Acesso em: 17 Out. 2018.

PEDRAZA, D. F.; QUEIROZ, D. de; GAMA, J. S. da F. A. Avaliação do consumo alimentar de crianças brasileiras assistidas em creches: uma revisão sistemática. Rev. Bras. Saude Mater. Infant., Recife. v. 15, n. 1, p. 17-31, Mar. 2015. Disponível em: . Acesso em: 03 Set. 2018.

RIBEIRO, C. et al. A gravidade da cárie está associada à desnutrição proteico-calórica em pré-escolares? Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, 2014, ISSN 1413-8123; v. 19, n. 3, p. 957-965. Disponível em: . Acesso em: 02 Set. 2018.

SILVA, R. A. da et al. Avaliação da participação de mães em um programa de prevenção e controle de cáries e doenças periodontais para lactentes Rev. Paul. Pediatr. São Paulo, 2013, ISSN 0103-0582; v. 31, n. 1, p. 83-89. Disponível em: . Acesso em: 04 Set. 2018.

STOOKEY, G. K. The effect of saliva on dental caries. J Am Dent Assoc. Indianopolis, 2008; 139 Suppl: 11S-17S. Disponível em: . Acesso em: 08 Out. 2018.

TAJRA, F. S. et al. Uso do cariograma na avaliação do risco de cárie em crianças em um município brasileiro: estudo piloto. Rev. bras. promoç. saúde, Fortaleza, 2014, ISSN: 1806-1230; v. 27, n. 1, p. 62-71. Disponível em: . Acesso em: 03 Set. 2018.

TINI, G. F.; LONG, S. M. Avaliação de diários alimentares de crianças atendidas na clínica infantil de uma universidade privada de São Paulo. Rev. do Curso de Odon. da Fac. da Saúde da Univ. Metod. de São Paulo. São Paulo, 2015, INSS 2176-1000; v. 23, n. 45-46, p. 57-64. Disponível em: . Acesso em: 02 Set. 2018.

ZAZE, A. et al. Relação de transmissibilidade da microbiota bucal entre pares mães-filhos. Arq. Cienc. Saúde UNIPAR. Umuarama, 2014, ISSN: 1415-076X; v. 18, n. 3, p. 145-150. Disponível em: . Acesso em: 04 Set. 2018.