Papel da Plasmaférese na terapêutica da Púrpura Trombocitopênica Trombótica: revisão sistemática

Ana Paula Pinto, Paula Mariana Salgueiro de Souza, Sabrina Lessa de Andrade

Resumo


A Púrpura Trombocitopênica Trobótica é uma microangiopatia trombótica caracterizada pela oclusão difusa de arteríolas terminais e de capilares por trombos ricos em plaquetas e em Fator de von Willebrand. Atualmente, a plasmaférese constitui a base do tratamento, podendo reduzir a mortalidade para menos de 20%. Por isso, é importante realizá-la o mais precocemente possível, tão logo se estabeleça o diagnóstico. Ela deve ser realizada diariamente, com trocas de 1 a 1,5 vez o volume de plasma do paciente, utilizando plasma fresco congelado  como fluido de reposição e deve ser mantida até que se estabeleça uma remissão estável, que consiste na normalização do quadro neurológico, da contagem de plaquetas e do nível de LDH, e no aumento da hemoglobina por pelo menos dois dias consecutivos. Esta revisão Sistemática foi realizada a partir das bases de dados on-line Medline,  Lilacs, SciELO e Bireme. Sem considerar os critérios de exclusão, foram encontrados inicialmente trinta publicações em português e inglês. Deste total apenas vinte preenchiam os critérios de inclusão. Finalmente, os artigos selecionados foram comparados nas quatro bases de dados, Medline, Lilacs, SciELO e Bireme, a fim de verificar quais publicações estavam repetidas. Assim, ao final, dez publicações foram utilizadas na composição desta investigação.


Palavras-chave


Plasmaférese; Púpura Tromocitopênica Trombótica; Fator de von Willebrand; anemia hemolítica; plaquetopenia.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, Sandra Vallin; DALDEGAN, Margarette Barbosa; FUJIMOTO Denys Eiti;

OLIVEIRA, Mônica Hermida Cerqueira Fernandes de; REZENDE, Suely Meireles; VASCONCELOS, Rosa Arcuri. Manual de tratamento das coagulopatias hereditárias. Brasília: Ministério da Saúde; 2005. Disponível em: . Acesso em: 4 jan. 2013

BANDARENKO, N.; BRECHER, M. E. United States Thrombotic Thrombocytopenic Púrpura Apheresis Group (US TTP ASG): multicenter survey and retrospective analysis of current efficacy of therapeutic plasma exchange. J Clin Apheresis, 1998. Disponível em: . Acesso em: 4 jan. 2013

FONTANA, S.; KREMER, Hovinga J. A.; LÄMMLE, B.; MANSOURI, Taleghani B.. Treatment of Thrombotic Thrombocytopenic Purpura. Vox Sanguinis 2006. Disponível em: . Acesso em: 26 dez. 2012.

LINDENBERGER, M.L.; PRICE T.H. Use of Cellular and Plasma Apheresis in the Critically Ill Patient: Part II: Clinical Indications and Applications. J Intens Care Med, 2005. Disponível em: . Acesso em: 4 jn. 2013.

POLITO, M.G.; KIRSZTAJN, G.M. Microangiopatias trombóticas: púrpura trombocitopênica trombótica e síndrome hemolítico-urêmica. Jornal Brasileiro de Nefrologia, 2010. Disponível em: . Acesso em: 26 dez. 2012.

SADLER, J. E.; MOAKE, J.L.; MIYATA, T.; GEORGE, J.N. Recent advances in thrombotic thrombocytopenic purpura. Hematology. American Society Hematol Educ Program, 2004. Disponível em: . Acesso em: 26 dez. 2012

SCULLY, Marie; BEVERLEY, J. Hunt; BENJAMIN, Sylvia; CHEUNG, Betty. Guidelines on the diagnosis and management of the thrombotic microangiopathic haemolytic anaemias. British Journal of Haematology, 2003. Disponível em: . Acesso em: 26 dez. 2012.