A ENFERMAGEM E A RESISTÊNCIA AO USO DOS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

Jéssica Silva de Oliveira Barros, Ana Paula Rebelo Aquino Rodrigues, Lays Nogueira de Miranda, Maria Anilda dos Santos Araújo

Resumo


Os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) permitem aos profissionais da saúde exercerem suas atividades de forma segura, zelando pela integridade física e protegendo contra acidentes no trabalho. Este estudo teve como objetivo identificar os fatores que causam resistência na utilização dos equipamentos de proteção individual. Foi realizada uma revisão integrativa com buscas selecionando artigos publicados no período de 2010 a 2015 nas respectivas Bases de Dados: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Bases de Dados de Enfermagem, Bases de Dados da Literatura Internacional da Área Médica e Biomédica. De acordo com os cruzamentos realizados nas bases LILACS, MEDLINE e BDENF, foram selecionados 9 artigos, seguindo os critérios de inclusão e exclusão. A equipe de enfermagem demonstrou resistência sobre a utilização dos EPI’s devido a vários fatores como auto confiança, falta de costume, hábito, desconforto, interferência dos mesmos na realização dos procedimentos dentre outros, e na maioria das vezes desinteresse por parte da equipe que acaba por negligenciar os riscos. Com base nas informações obtidas pode-se considerar que ainda há resistência quanto ao uso dos EPI’s, sendo necessário orientar os trabalhadores quanto à necessidade de potencializar a prevenção e a adequação aos métodos de segurança, para minimizar riscos e possíveis acidentes que ameaçam sua segurança e saúde.

Palavras-chave


Enfermagem. Equipamento de Proteção Individual (EPI). Riscos Ocupacionais.

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTONI, Emanuelle de Andrade; BARBOSA, Danilo; SANTOS, Luiz Henrique Gomes; ANDREAZZI, Diego. Importância do EPI: Percepção da equipe de enfermagem na sala de emergência. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 2011. Vol. 2, 55-69.

GUIA TRABALHISTA: Norma Regulamentadora 6 – NR 6. Disponível em: http://www.guitrabalhista.com.br/legislaçao/nr/nr6.htm>. Acesso em 02 Jul/ 2016.

CARVALHO, Juliana Ferreira de Santana; CHAVES, Lucieli Dias Pedreschi Supervisão de enfermagem no uso de equipamento de proteção individual em um hospital geral Cogitare Enferm. 2010 Jul/Set.

CHAGAS, Maria Cristina da Silveira; BARBOSA, Michele Cristiene Nachtigal; BEHLING, Angélica; GOMES, Giovana Calcagno; XAVIER, Daiani Modernel.

Risco ocupacional na emergência: Uso de equipamentos de proteção individual (epi) por profissionais de enfermagem. REUOL. Revista de Enfermagem , UFPE. online, 2013.

CORREA, Renata dos Anjos; SOUZA, Norma Valéria Dantas de Oliveira.

Riscos ocupacionais enfrentados pelo trabalhador de enfermagem no setor de hemodiálise. Revista de Pesquisa: Cuidados Fundamental. online 2012.

CREMER, Edivaldo; VITTA, Alberto de; SIMEÃO, Sandra Fiorelli de Almeida Penteado; CONTI, Maria Helena Souza de; GALDINO, Maria José Quina; BORGATO, Maria Helena; MARTA, Sara Nader; GATTI, Márcia Aparecida Nuevo. Saúde do trabalhador e risco de resíduos no ambiente hospitalar segundo a norma regulamentadora 32. SALUSVITA, Bauru, v 32, n 3, p 265-284, 2013.

GALON, Tanyse; MARZIALE, Maria Helena Palucci; CASSIOLATO, Flávio Lopes; GIRÃO, Fernanda Berchelli. Implantação da norma regulamentadora 32 e o controle dos acidentes de trabalho. Acta paul, enferma. V 25, n 6. São Paulo, 2012.

GUIMARÃES, Eliete Albano de Azevedo; ARAÚJO, Gustavo Dias; BEZERRA Ricardo; SILVEIRA, Renata Cristina da; OLIVEIRA, Valéria Conceição de. Percepção de técnicos de enfermagem sobre o uso de equipamentos de proteção individual em um serviço de urgência. Cienc. enferm. Vol.17 nº.3 Concepción dic. 2011.

MAGAGNINI, Maristela Aparecida Magri; ROCHA, Suelen Alves; AYRES, Jairo Aparecido. O significado do acidente de trabalho com material biológico para os profissionais de enfermagem. Porto Alegre: Rev. Gaúcha Enferm. (Online) 2011.

MARZIALE, Maria helena Palucci; GALON, Tanyse; SOUZA, Wecksley Leonardo de. A legislação brasileira e as recomendações internacionais sobre a exposição ocupacional aos agentes. Rev. brasileira Enfermagem. V 64, n 1, Brasilia, 2011.

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVÃO, Cristina Maria. REVISÃO INTEGRATIVA: Método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto - enferm. vol.17 no.4 Florianópolis Oct./Dec. 2008.

NEVES, Heliny Carneiro Cunha; SOUZA, Adenícia Custódia Silva e; MEDEIROS, Marcelo; MUNARI, Denize Bouttelet; RIBEIRO,Luana Cássia Miranda; TIPPLE, Anaclara Ferreira Veiga. Segurança dos trabalhadores de enfermagem e fatores determinantes para adesão aos equipamentos de proteção individual. Rev. Latino-Am. Enfermagem 2011.

OIT. Organização Internacional do Trabalho. Disponível em: http://www.oitbrasil.org.br/document >. Acesso em: 30 mar. 2016.

RIBEIRO, Luana Cássia Miranda; SOUZA, Adenícia Custódia Silva e; NEVES, Heliny Carneiro Cunha; MUNARI, Denize Bouttelet; MEDEIROS, Marcelo; TIPPLE,

Anaclara Ferreira Veiga. Influência da exposição a material biológico na adesão ao uso de equipamentos de proteção individual. Rev. Cienc cuid saúde 2010.

RIETH, Giovani Henrique; LORO, Marli Maria; STUMM, Eniva Miladi Fernandes; ROSANELLI, Cleci Lourdes Schmidt Piovesan; KOLANKIEWICZ, Adriane Cristina Bernat; GOMES, Joseila Sônego. Uso de equipamentos de proteção individual pela enfermagem em uma unidade de emergência hospitalar. REUOL. Revista de Enfermagem, UFPE. online, 2014.

SILVA, Cinthya Danielle de Lima e; PINTO, Wilza Maria. Riscos ocupacionais no ambiente hospitalar: fatores que favorecem a sua ocorrência na equipe de enfermagem. Saúde Coletiva em Debate, 2(1), 62-29, dez. 2012.

SILVA, Gláucia Sarmento da; ALMEIDA, Adilson José de; PAULA, Vanessa Salete de; VILLAR, Livia. Conhecimento e utilização de medidas de precaução-padrão por profissionais de saúde. Esc. Anna Nery vol.16 no.1 Rio de Janeiro Mar. 2012.

SUARTE, Hermynnia deAraújo Moreno; TEIXEIRA, Pholliany Lopes; RIBEIRO, Mirelly da Silva. O uso dos equipamentos de proteção individual e a prática da equipe de enfermagem no centro cirúrgico. Revista Científica do ITPAC, Araguaína, v.6, n.2, Pub.3, Abril 2013.