A DIMENSÃO ESPIRITUAL NA COMPREENSÃO DO FENÔMENO SAÚDE-DOENÇA NA PSICOLOGIA DA SAÚDE

José Rodrigues Rocha, Lara Valéria Barros Monteiro

Resumo


Este estudo tem como escopo discutir as implicações da espiritualidade no processo saúde-doença dentro do contexto da Psicologia da Saúde. Para isto, demonstramos historicamente como o modelo biomédico adotado pela psicologia tem fragmentado o humano, resultado de uma concepção mecanicista e técnica. Contrariamente, a proposta holística da saúde concebe o homem em sua integralidade. Nesse sentido, entendemos a espiritualidade como uma das dimensões que constitui o ser humano. Para realização deste trabalho, optou-se pela construção de um artigo ensaio a partir de uma pesquisa bibliográfica sobre a Psicologia da saúde, o processo saúde-doença e a espiritualidade no campo das ciências. Os bancos virtuais consultados foram: Scielo, Bireme, Google acadêmico e BVP. Durante a análise dos dados coletados foi constatado que no total de 81 entre artigos e literatura sobre a temática, a Enfermagem aparece com 42,7% das publicações, seguida da Psicologia com 25,8%, da Medicina com 24,7% e outras áreas da saúde com 6,8%. Este trabalho não tem pretensão de ser conclusivo, mas suscitar reflexões, assim como visibilizar a temática discutida na psicologia da saúde.

Palavras-chave


Espiritualidade. Saúde. Psicologia

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, Alba; Medina, Elisabete; Besnosik, Raquel; Vasconcelos, Soraia; Barreto, Tânia. A Formação em Psicologia da Saúde. CienteFico, Faculdade Rui Barbosa, Salvador, ano IV, v. I, p. 1 – 14, 2004. Disponível em: < http://www.frb.br/ciente/Impressa/Psi/Saude/P.16.AGUIAR,PoliticasSaude.pdf>. Acesso em: 5 fev. 2014

BARRETO, R. A.D.N. Fundamentos antropológicos e sociológicos. 184p.: Il. Aracaju: Fits, 2012.

BELO, Rafael Alexandre. Espiritualidade: dialógica e experimental: a perspectiva da psicologia fenomenológica existencial diante da espiritualidade humana. Maceió: EDUFAL, 2008, 91 p.

BORNOLDT, Ellen; CASTRO, Elisa Kern de. Psicologia da saúde x psicologia hospitalar: definições e possibilidades de inserção profissional. Psicol. cienc. Prof. v. 24 n.3 Brasília set. 2004. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S1414-98932004000300007&script=sci_arttext. Acesso em: 28 abril. 2014.

CAJUEIRO, Roberta Liana Pimentel. Manual para elaboração de trabalhos acadêmicos: guia prático do estudante. 2 ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

CALVETTI, P.U.; MULLER, M.C.; NUNES, M.L.T. Psicologia da Saúde e Psicologia Positiva: Perspectivas e Desafios. Psicologia Ciência e Profissão, 2007, 27 (4), 706-717.

CAMON, V.AA. De Espiritualidade, de ateísmo e de Psicoterapia. In:______. Espiritualidade e Prática Clínica. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.

CAMON, V. A. A. O papel da Espiritualidade na Prática Clínica. In:______. Novos Rumos na Psicologia da Saúde. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

CAMON, V. A. A. O Ressignificado da Prática Clínica e suas Implicações na Realidade Social. In:______. Psicologia da Saúde: um novo significado para a prática clínica. 2ª Ed. rev. E ampl. – São Paulo: Cengage Learning, 2011.

CAPRA, Frijot; tradução Álvaro Cabral. Ponto de Mutação. 20ª Ed. – São Paulo: Editora Cultrix, 1997.

CASTAGNOLA, Luís; PADOVANI, Umberto. História da Filosofia. 15ª Edição. São Paulo: Melhoramentos, 1990.

CHATTONE, H.B.C. A significação da psicologia no contexto hospitalar. In: CAMON, V.A.A (Org.) Psicologia da Saúde: um novo significado para a prática clínica. 2ª Ed. rev. E ampl. – São Paulo: Cengage Learning, 2011. cap. 5, p.145-241.

COELHO, M. T. A. D.; FILHO, N.A. Conceitos de saúde em discursos contemporâneos de referência científica. Rio de Janeiro,vol. 9(2):315-33, maio-ago. 2002. Dispinível em: . Acesso em: 15 Abr. 2014.

CUNHA, José Auri. Filosofia: iniciação à investigação filosófica. 1ªed. São Paulo: Atual, 1992.

ERTHAL, T.C.S. A Luz da Sabedoria na Psicoterapia. In: CAMON, V.A.A. (org.). Espiritualidade e Prática Clínica. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.

FABRY, Joseph B. A busca do significado. Tradução equipe da ECE. São Paulo: ECE, 1984.

GAARDER, Jostein; HELLERN, Victor; NOTAKER, Henry. O Livro das Religiões. 10ª reimpressão. São Paulo: CIA. Das Letras, 2000.

GASPAR, Karla Cristina. Psicologia Hospitalar e a Oncologia. In: CAMON, V.A.A. (org.). Psicologia da Saúde: um novo significado para a prática clínica. – 2 ed.rev.e ampl. - São Paulo: Cengage Learning, 2011.

GOODWIN, C. James. História da Psicologia Moderna. Tradução Marta Rosas. 1ªed. São Paulo: Cultrix, 2005.

GRUBITS, Sonia; Guimarães, L.A.M. (org.). Psicologia da Saúde: Especificidades e diálogo interdisciplinar. -1ª ed.- São Paulo: Vetor Editora, 2007.

JUNG, C.G. Pisicologia e religião.tradução do Pe. Dom Mateus Ramalho Rocha; revisão técnica de Dora Ferreira da Silva. -10ªed. – Petrópolis: Vozes, 2012.

KOENIG, Haroldo G., M.D. Espiritualidade no cuidado com o paciente: por quê, como, quando e o quê. São Paulo: FE Editora Jornalística Ltda, 2005.

LEITE, Selene Zaidan. O que é psicologia transpessoal?. Belo Horizonte, 2008. Disponível em: . Acesso em: 15 Abr. 2014.

MARTINS, Dinorah Gioia; ROCHA JÚNIOR, Armando. Psicologia da saúde e o novo paradigma: novo paradigma?* . I Congresso de Psicologia Clínica, Universidade Presbeteriana Mackenzie, São Paulo: 14 e 18 de maio, 2001.

MATARAZZO, J. D. Behavioral Healt and Behavioral Medicine. American psychologist, 1980.

MOSER, Gabriel. Psicologia Ambiental. Estud. Psicol. vol.3 n.1 Natal:Jan./June 1998. Disponível em: Acesso em: 05 fev. 2014.

MOTTA, Paulo Rogério da; ROCHA JUNIOR, Armando. Psicologia, Religião e Espiritualidade: Considerações sobre a natureza humana e o sentido existencial. Revista Educação.V.6.n.2, 2011. Disponível em: < http://www.revistas.ung.br/index.php/educacao/article/viewArticle/928> Acesso em: 05 fev. 2014

NETTO, P. F.A. Introdução à psicologia. São Paulo: Editora Livraria Nobel, 1974.

NOVAES, R.L. A saúde e os conceitos. São Paulo, 1976. [Dissertação de Mestrado - Faculdade de Medicina da USP].

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS, WHO). Constituição da Organização Mundial da saúde (OMS, WHO) 0 1946). In: Biblioteca virtual de Direitos Humanos. Universidade de São Paulo. Disponível em: < http://www.direitoshumanos.usp.br/index.php/OMS-Organiza%C3%A7%C3%A3o-Mundial-da-Sa%C3%BAde/constituicao-da-organizacao-mundial-da-saude-omswho.html >. Acesso em: 30 out. 2013.

PANZINI, R.G. et. al. Qualidade de vida e Espiritualidade. Rev.Psiq. Clín. 34, supl. 1; 105-115, 2007. Disponível em: . Acesso em: 30 out. 2013.

PAZZOLA, A. A espiritualidade como base para a resiliência. Monografia apresentada à Universidade Católica de Pernambuco e Instituto Libertas – Consultoria e Treinamento, 2002.

PERES, J.F.P.; SIMÃO, M.J.P.; NASELLO, A.G. Espiritualidade, religiosidade e psicoterapia. Rev. Psiq. Clín. 34, supl 1; 136-145, 2007. Disponível em: Acesso em: 30 out. 2013.

REBOUÇAS, Gabriela Maia. O ensaio como reflexão metodológica para o campo jurídico – 2008. In: Encontro Preparatório para o Congresso Nacional do CONPEDI, XVII, 2008, Salvador. Anais... Disponível em: . Acesso em: 06 mar. 2014.

RIBEIRO, J.L.P. Psicologia e Saúde. Lisboa: ISPA, 1998.

SHULTZ, Duane P. História da Psicologia Moderna. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

SEBASTIANI, Ricardo Werner. Histórico e Evolução da Psicologia da Saúde numa Perspectiva Latino-americana. In: CAMON, V.A.A (Org.) Psicologia da Saúde: um novo significado para a prática clínica. 2ª Ed. rev. E ampl. – São Paulo: Cengage Learning, 2011. cap. 7, p. 275-295.

SENA, R. R.; SILVA, K. L. Integralidade do cuidado na saúde: indicações a partir da formação do enfermeiro. Rev Esc Enferm USP, 2008. Disponível em: Acesso em: 02 de julho 2014.

SILVA, J. L. L. S. O processo saúde-doença e sua importância para a promoção da saúde. Informe em Promoção da Saúde, v.2, n.1., p.3-5, 2006. Disponível em: . Acesso em: 04 abril 2014.

SPINK, Mary Jane P. Psicologia Social e Saúde: práticas, saberes e sentidos. 4ª ed. – Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2007.

STRAUB, Richard O. Psicologia da Saúde. trad. Ronaldo Cataldo Costa – Porto Alegre: Artmed, 2005.

TEIXEIRA, Elizabeth. Reflexões sobre o Paradigma Holístico e Holismo e Saúde. Ver.Esc.Enf.Usp, v.30, n.2, p.286-90, ago. 1996. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v30n2/v30n2a08.pdf >. Acesso em: 20 mar. 2014.

VASCONCELLOS, Esdras Guerreiro. Psiconeuroimunologia: Uma história para o futuro. In: CAMON, V.A.A (Org.) Psicologia da Saúde: um novo significado para a prática clínica. 2ª Ed. rev. E ampl. – São Paulo: Cengage Learning, 2011. cap. 4 , p. 127- 144.

VASCONCELOS, Eymard Mourão. Espiritualidade na Educação Popular em Saúde. Cad.Cedes, Campinas, vol. 29, n. 79, p. 323-334, set/dez. 2009. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2013.