A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA E SUA CORRELAÇÃO COM A CARDIOMIOPATIA HIPERTRÓFICA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Paula Mariana Salgueiro de Souza de Souza, Amanda Arruda Santos Madeiro, Ana Paula de Souza e Pinto

Resumo


 A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma doença crônica degenerativa (uma vez que afeta negativamente outros sistemas do corpo humano), multifatorial e assintomática. Acontece quando o organismo perde a capacidade de controlar o calibre dos vasos e geralmente resulta de uma associação do estilo de vida com o histórico familiar. Com o passar do tempo, caso a hipertensão não seja tratada, tanto o coração quanto os vasos ficam sobrecarregados. Para lidar com esta sobrecarga, o coração utilizará de mecanismos adaptativos (anatômicos e funcionais) e terá a hipertrofia cardíaca como consequência desta adaptação. Dessa forma, tendo em vista a relevância da hipertrofia miocárdica a partir da HAS, tomou-se a iniciativa de realizar esta investigação a partir de bases de dados on-line Lilacs, Scielo e Bireme. Para isso utilizou-se os seguintes descritores: Hipertrofia Cardíaca, Cardiomiopatia Hipertrófica Hipertensiva, Hipertrofia Ventricular Hipertensiva, e dados epidemiológicos.


Palavras-chave


Hipertrofia Cardíaca. Hipertrofia Ventricular. Hipertensão Arterial Sistêmica. Mecanismos Adaptativos. Sobrecarga.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Mônica Modesto; MELLO, Roberto José Vieira de; MONTENEGRO, Luciano Tavares; SANT’ANNA, Mirella Pessoa. Hipertrofia cardíaca esquerda e direita em necropsias de hipertensos. Revista da Associação de Medicina Brasileira, v.58, n. 1, São Paulo, 2012. Disponível em: Acesso em: 27 março de 2013.

BASTOS, Rafael Gomes; GIRARDI, José Marcos; LOURES, Vitor Alves; NORONHA, Marcos Flávio de Almeida. Aspectos clínicos e epidemiológicos da insuficiência cardíaca. HU Revista, v. 35, n. 2, p. 89-96, Juiz de Fora, 2009. Disponível em: Acesso em: 14 março de 2013.

CHIZZOLA, Paulo Roberto; FREITAS, Humberto Felício Gonçalves de; LIMA, Antonio Carlos Pedroso de; MANSUR, Alfredo José; MARKUS, Marcello Ricardo Paulista; SILVA, Gisela Tunes da. Massa ventricular esquerda em portadores de insuficiência cardíaca. Arquivo Brasileiro de Cardiologia, v. 83, n. 3, São Paulo, 2004. Disponível em: . Accesso em: 14 março de 2013.

CASTRO, Cláudio Campi de; KAIRIYAMA, José Victor; ROCHITTE, Carlos Eduardo. Hipertensão arterial sistêmica e ressonância magnética. Revista Brasileira Hipertensão, v. 10, n. 1, São Paulo, 2003. Disponível em: Acesso em: 14 março de 2013.

FERREIRA, Celso; PÓVOA, Rui. Cardiologia Clínica. 2009. Disponível na biblioteca física da Faculdade Integrada Tiradentes – FITS.

NOGUEIRA, Maria Teresa; PÓVOA, Rui. Cardiopatia hipertensiva: aspectos epidemiológicos, prevalência e fator de risco cardiovascular. Revista Brasileira de Hipertensão, v.15, n. 2, pág.: 75-80, São Paulo, 2008. Disponível em: Acesso em: 14 março de 2013.

MACIEL, Benedito Carlos. A hipertrofia cardíaca na hipertensão arterial sistêmica: mecanismo compensatório e desencadeante de insuficiência cardíaca. Revista Brasileira Hipertensão, v. 8, n. 4, São Paulo, 2003. Disponível em: Acesso em: 14 março de 2013.