AVALIAÇÃO DOS EFEITOS CITOTÓXICOS DA COMBINAÇÃO DE PIOGLITAZONA E INFRA DOSES DE DOXORRUBICINA

Sandrielle Maria da Silva, Victor Queiroz de Arruda, Thâmara Onofre de Melo, Thaysa Onofre de Melo, André Luiz de Souza Barros

Resumo


O termo neoplasia pode ser definido como uma massa anormal de tecido, cujo crescimento é excessivo e não coordenado com aquele dos tecidos normais, persistindo da mesma maneira excessiva após a interrupção do estímulo que originou as alterações celulares e teciduais. A quimioterapia antineoplásica é o tratamento que utiliza agentes químicos com a finalidade de destruir as células cancerígenas ou inibir o seu crescimento e proliferação. O regime de quimioterapia é o plano de tratamento para o câncer, determinado pelo médico oncologista ou hematologista. A Doxorrubicina é um agente quimioterápico do grupo das Antraciclinas, é um importante componente de diversos regimes quimioterápicos para vários tipos de tumores. Vários estudos tem associado a utilização da Pioglitazona, um derivado Tiazolidinediônico usado no tratamento do Diabetes, a inúmeros efeitos anticâncer. Nessa pesquisa nós avaliamos os efeitos da associação da pioglitazona com baixas doses de doxorrubicina.

Palavras-chave


Câncer; Pioglitazona; Doxorrubicina

Texto completo:

PDF