FATORES SOCIOECONÔMICOS E PREVALÊNCIA DA CÁRIE DENTAL EM DIFERENTES CLASSES SOCIAIS: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Gleycielly da Mota Oliveira Souza

Resumo


A manifestação de muitas doenças se dá por distúrbios dos fatores genéticos ou fisiológicos.
O meio bucal frequentemente é acometido por diversas patologias, dentre as
quais se destaca à cárie dental. Atualmente, fatores socioeconômicos têm se mostrando
decisivos para prevalência de doenças bucais, incluindo à carie dental.Este trabalho
versa sobre uma revisão bibliográfica com objetivo de identificar os principais fatores
socioeconômicos que aumentam a incidência de cárie dental em uma população. A
partir de pesquisas realizadas nas bases de dados SciELO e Bireme, foram selecionados
6 artigos publicados entre 2007 e 2013. Os resultados apresentados pelos autores demonstram
que as doenças bucais não estão relacionadas apenas a fatores orgânicos,
mas também por diversos fatores vivenciados pela sociedade, tais como: déficit educacional
e diminuição da renda per capita. Logo, torna-se necessário outros estudos
para melhor identificar e conhecer os fatores mais relevantes para aumento da cárie
dental entre populações menos desfavorecidas.

Texto completo:

PDF