O cuidado de enfermagem ao portador do pé diabético: revisão integrativa da literatura

Joselma Pereira da Silva, Nathalia Ribeiro Dantas Pires, Cristiane Isidorio da Silva, Marta Ursula Barbosa de Moraes, Waldemar Brandão Neto

Resumo


O pé diabético é uma das complicações mais frequentes na atualidade em pacientes diabéticos. E neste contexto, os enfermeiros têm um fundamental papel no tratamento destes pacientes, ao garantir orientação e seu auto cuidado para melhor qualidade de vida e prevenção. Trata-se de uma revisão integrativa que objetivou analisar as evidências científicas sobre as intervenções da enfermagem ao individuo portador da síndrome do pé diabético e identificar as evidências trabalhadas na enfermagem. Foi incluso uma amostra final de 10 artigos oriundos das bases de dados: SCIELO, BDENF e LILACS. Foi identificado o importante papel da orientação como instrumento de prevenção, onde o enfermeiro deve classificar e observar a evolução clínica da ferida com inspeção diária dos pés e utilização de meias e calçados especiais pelo paciente. Recomenda-se que o enfermeiro desenvolva consultas de rotina, bem como o exame completo dos pés, examinando os pulsos distais e, na sua ausência, comunicar ao médico da equipe para a devida referência à cirurgia vascular, para o tratamento que muitas vezes evitará uma amputação. Sugere-se o desenvolvimento de estudos clínicos que permitam assegurar a atuação do enfermeiro numa perspectiva clínica de atenção à saúde ao adulto portador desta complicação.


Palavras-chave


Diabetes Mellitus; Pé Diabético; Assistência de Enfermagem

Texto completo:

PDF