PROGRAMA BRONCA PESADA: VIOLAÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS, SENSACIONALISMO E ESPETACULARIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA NA MÍDIA PERNAMBUCANA

Renato Correia de Melo, Mariana Melo de Barros e Silva

Resumo


O presente trabalho faz uma abordagem do programa jornalístico-policial Bronca Pesada. Por se tratar de um telejornal que tem sua pauta voltada para notícias sobre ocorrência policial, o programa algumas vezes acaba estimulando na TV aberta prejulgamentos e discursos que fere as garantias fundamentais do cidadão. Pretender-se demostrar os principais direitos fundamentais previstos na Constituição da República de 1988 agredidos pelo telejornal. A partir da localização dessas violações buscar-se-á estabelecer pontos de intersecção desse modelo de jornalismo com o modelo sensacionalismo, bem como o processo de espetacularização. O conceito de espetáculo será explorado como sendo uma técnica de subordinação ao mercado e o sensacionalismo como sendo um padrão que busca emocionar ou escandalizar os telespectadores por meio das notícias. Também serão apresentados as consequências da unidade espetáculo e sensacionalismo no processo de criação de necessidade e homogeneização de um determinado discurso, neste caso o discurso pelo endurecimento do sistema punitivo do Estado. Para consecução desde trabalho será analisada algumas matérias jornalística apresentada pelo programa Bronca Pesada. Ter-se-á como metodologia a via teórica, através da pesquisa interdisciplinar.

Palavras-chave


Sensacionalismo; Espetacularização; Direitos Fundamentais; Jornalismo Policial.

Texto completo:

PDF