Os desafios das redes de enfrentamento à violência doméstica no Recife

Viviana Monteiro Costa de Souza, Rosineide de Loudes Meira Cordeiro

Resumo


Analisar-se-á, neste artigo, as ações e articulações das redes de acolhimento e atenção à mulher em situação de violência no município de Recife, a fim de identificar possíveis falhas no processo articulatório, e apontar as situações de vulnerabilidade enfrentadas pelas mulheres, no processo de aplicação da Lei Maria da Penha. Foram realizadas entrevistas com duas usuárias vítimas de violência demandantes das redes de acolhimento e atenção às mulheres, e obteve-se a visão delas acerca da atuação dos serviços e fluidez no atendimento das redes. Percebeu-se lacunas no processo de articulação desta rede, falhas na efetivação da Lei Maria da Penha, concluindo que durante o processo de aplicação da Lei, a mulher continua exposta a uma nova situação de violência e vulnerabilidade social, consequência da falta de engajamento e iniciativa dos integrantes da rede, que deveriam informar sobre os serviços e desenvolver ações e estratégias de prevenção e enfrentamento à violência doméstica.

Palavras-chave


Redes; Violência Doméstica; Lei Maria da Penha

Texto completo:

PDF