Olhares de docentes de mestrados da UEFS sobre a articulação ensino-pesquisa-extensão

Murilo Oliveira Almeida, Antonio Roberto Seixas da Cruz

Resumo


O presente artigo tem como objetivo geral compreender os olhares de docentes de mestrados da UEFS sobre a articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão. O quadro teórico do estudo amparou-se em princípios da Teoria das Representações Sociais – TRS (MOSCOVICI, 1987 e JODELET, 2001) e nos conceitos a seguir: funções da universidade (CUNHA, 2007; PÉREZ GÓMEZ, 2001; ZABALZA, 2004) e qualidade do ensino superior (DOURADO & OLIVEIRA, 2009; TUBINO, 1997; DEMO, 1995), dentre outros autores. Para alcançar o objetivo proposto, optamos por uma pesquisa descritiva de abordagem qualitativa. Foram sujeitos da pesquisa, cinco docentes dos Programas de Pós-Graduação em História, Cultura e Poder; Desenho, Cultura e Interatividade e Filosofia e História das Ciências que, voluntariamente, aceitaram participar da investigação. Os dados foram coletados e produzidos através de entrevista semi-estruturada (MARCONI;  LAKATOS, 1999; SZIMANSKY, 2004) e tratados com base na técnica da análise de conteúdo de tipo temática, conforme (BARDIN, 1977). Os resultados apontam para o entendimento de que o preparo do docente que atuará na universidade atual, em tempos de complexidade, precisa levar em consideração a importância da indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão na prática docente para que os professores, os gestores e a sociedade como um todo possa entender que a universidade nada mais é do que uma instituição criada para ajudar a formar cidadãos conscientes do seu papel social e que tem na pesquisa e na extensão alguns de seus pilares fundamentais.


Palavras-chave


Ensino; Pesquisa; Extensão; Representações sociais

Texto completo:

PDFX-1A

Referências


ABRIC, Jean-Claude. L’organisation interne des representations sociales: système central et système périphérique. In: GUIMELLI, C. (Éd.) Structures et transformation de Représentationes Sociales. Neuchâtel: Delachaux et Neestlé. p. 73 -84, 1994b.

ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Metodologia do ensino superior: da prática docente a uma possível teoria pedagógica. Curitiba: IBPEX, Autores Associados, 1998.

ARROYO, Miguel G. Ofício de mestre: imagens e auto-imagens. 11 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

BARDIN, L. L’analyse de contenu. Paris: Presses Universitaires de la France, 1977.

CASTANHO, Sérgio. A universidade entre o sim, o não e o talvez. In: VEIGA, Ilma Passos de Alencastro. Pedagogia universitária: a aula em foco. Campinas, SP: Papirus, 2000.

CHAUÍ, Marilena de Souza. Escritos sobre a universidade. São Paulo, SP: Ed. UNESP, 2001.

CUNHA, Maria Isabel (org.). Reflexões e práticas em pedagogia universitária. Campinas, SP: Papirus, 2007.

DEMO, Pedro. Educação e qualidade. 2 ed. Campinas, São Paulo: Papirus, 1995.

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 3 ed. Campinas, São Paulo: Autores Associados, 1998.

DEMO, Pedro. Pesquisa: principio científico e educativo. 5 ed. São Paulo: Cortez, 1998.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 8 ed. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1998.

GATTI, Bernadete (org.). Identidade profissional docente: um referencial para a pesquisa. Revista Educação e Linguagem. Programa de Pós-Graduação em Educação: Universidade Metodista de São Paulo. Vol. 1, nº 1, 1998.

JODELET, Denise. Representações sociais: um domínio em expansão. In: (org.). As representações sociais. Tradução: Lilian Ulup: Rio de Janeiro: Editora da UERJ, 2001.

MOSCOVICI, Serge. A representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.

PIMENTA, Selma Garrido. Docência no ensino superior. 2 ed. São Paulo: Cortez, 2005.

RIBEIRO, Marinalva Lopes. A prática educativa de professores: representações de estudantes no contexto da formação. In: CUNHA, Maria Isabel; SOARES, Sandra Regina; RIBEIRO, Marinalva Lopes (Orgs.). Docência universitária: profissionalização e práticas educativas. Feira de Santana, BA: UEFS Editora, 2009.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. 2. ed. São Paulo, SP: Cortez, 2004.

SAVIANI, Dermeval. A universidade e o ensino. In: Ensino público e algumas falas sobre universidade. São Paulo: Cortez Autores Associados, 1985.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Docência como atividade profissional. In: VEIGA, Ilma Passos Alencastro; D`ÁVILA, Cristina Maria (Orgs.). Profissão docente: novos sentidos, novas perspectivas. Campinas, SP: Papirus, 2008.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2013v2n1p83-92


Indexada em: