ODIADOS PELA NAÇÃO: COMO ENSINAMOS E APRENDEMOS A ODIAR A DIFERENÇA?

Felipe da Silva Ponte de Carvalho, Fernando Pocahy

Resumo


“Odiados pela nação” é um dos episódios da série Black Mirror e a partir dele analisamos como se produzem formas de aprender-ensinar a odiar outrx em nosso tempo. Nesta pesquisa-cartográfica problematizamos reflexões sobre acontecimentos que compõem a ambiência de guerra de ódio à diferença, através de rastros na arquitetura líquida da cibercultura. Com isso traçamos algo das redes (de)formativas que servem de incubadoras para promoção de atos de ódio. Como resultado, destacamos linhas de discursos expandidos; a liberdade privilegiada; a patrulha letalizadora; modos cotidianos de dominação da vida; e as formas de autorização e legitimação do ódio.

Palavras-chave


Ódio em rede. Cartografias ciberculturais. (De)formação.

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, G. H. Relato de uma bixa carbonizada. Facebook, 28 de março de 2018. Disponível em: < https://www.facebook.com/Gustavo.hoa/posts/10213532953417062?__tn__=K-R>. Acessado em: 11/03/2019.

BALLOUSSIER, A. V. Ministros e deputados batem boca sobre “Queermuseu” e “MAM”. Folha de São Paulo, online, 18/10/2017. Disponível em: . Acessado em: 16/04/2018.

CASTRO, G. Patrulha do MBL, agora, ataca o Sesc Pompeia por evento com Judith Butler. Huffpost Brasil, 27 de outubro de 2017, online. Disponível: < https://www.huffpostbrasil.com/2017/10/27/patrulha-do-mbl-agora-ataca-o-sesc-pompeia-por-evento-com-judith-butler_a_23258770/>. Acessado em: 11/03/2019.

BIROLI, F. Uma mulher foi deposta: sexismo, misoginia e violência política. In: RUBIM, L.; e ARGOLO, F. (Org.). O golpe na perspectiva de gênero. Salvador: EDUFBA, 2018, p. 75-84.

BUTLER, J. Corpos que ainda importam. In: COLLING, Leandro (Org.). Dissidências sexuais e de gênero. Salvador: EDUFBA, 2016, p. 19-42.

Eles não desistem: Frota e MBL querem impedir palestra da filósofa Judith Butler em São Paulo. Revista Fórum, 31 de outubro de 2017, online. Disponível em: < https://www.revistaforum.com.br/eles-nao-desistem-frota-e-mbl-querem-impedir-palestra-da-filosofa-judith-butler-em-sao-paulo/>. Acessado em: 11/03/2019.

FELICIANO, M. Vamos avaliar negativamente a página do SESC. Facebook, 27 de outubro de 2017, online. Disponível:< https://www.facebook.com/PastorMarcoFeliciano/videos/1148665788606772/>. Acessado em: 11/03/2019.

FILHO; K. P.; e TETI, M. M. A cartografia como método para ciência humanas e sociais. Barbarói, Santa Cruz do Sul, n.38, p., jan./jun. 2013.

FOUCAULT, M. Ética do cuidado de si como prática de liberdade. Ditos e escritos V. Rio de Janeiro: Forense editora, 2006.

FOUCAULT, M. Arqueologia do saber. Tradução de Luiz Felipe Baeta Neves, 7° edição, Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

FOUCAULT, M. História da sexualidade II: o uso dos prazeres. Rio de Janeiro, Paz & Terra, 4 ° edição, 2017a.

FOUCAULT, M. História da sexualidade III: O cuidado de si. Rio de Janeiro, Paz & Terra, 4 ° edição, 2017b.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso: aula inaugural no Collége de France, pronunciada em 2 de dezembro. Tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio, 23º edição, São Paulo: Edições Loyola, 2013.

FRANCO, M. Mulher, Negra, Favelada e parlamentar: resistir é pleonasmo. In: RUBIM, L.; e ARGOLO, F. (Org.). O golpe na perspectiva de gênero. Salvador: Edufba, 2018, p. 117-126.

GALLO, S. “o desejo deseja sua própria repressão”: traços de uma educação fascista. In.: KOHAN, W. O.; LOPES, S. W.; MARTINS, F. F. R. 3ª Editora brasiliense (orgs.). O ato de educar em uma língua ainda por ser escrita. 1ed., Rio de Janeiro: NEFI, 2016.

GALLO, S. Ética e cidadania: caminhos da filosofia: elementos para o ensino de filosofia. Campinas, São Paulo: editora Papirus, 20° edição, 2012.

GONÇALVES, J. “Queimem a bruxa!” Visita de Judith Butler provoca manifestações nas ruas de São Paulo. The Intercept online, 7 de Novembro de 2017. Disponível: . Acessado em: 07/11/2017.

GUATTARI, F. A revolução molecular: pulsações políticas do desejo. São Paulo: Editora Brasiliense, 3º edição, 1987.

JORDÃO, F. UFRGS aciona Polícia Federal após ameaça de ataque 'semelhante' a Suzano. Correio Braziliense, 20 de março de 2019, online. Disponível em: < https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2019/03/20/interna-brasil,744206/ufrgs-aciona-policia-federal-apos-ameaca-de-ataque-semelhante-a-suzano.shtml>. Acesso em: 22/03/2019.

LANGNOR, C. Os efeitos do pânico moral sobre o movimento feminista: ecos em direção à agenda conservadora. In: Encontro Nacional de Pós-graduação em Educação/ANPED, 38° Reunião Anual. Anais São Luís: Maranhão, 2017, p. 01-16.

LONGO, I. Tempos sombrios: Após protestos do MBL, mostra com temática LGBT é cancelada. Revista Fórum, online, 17/09/2017. Disponível em: . Acessado em: 16/04/2018.

MBRMBE, Achille. Necropolíticas. Arte & Ensaios/Revista do ppgav/eba/ufrj, n. 32, dezembro 2016.

OZ, A. Mais de uma luz: Fanatismo, fé e convivência no século XXI. São Paulo: Compania das Letras, 2017.

Patrulha do MBL quer impedir palestra de filósofa americana em SP. Diário do Centro do Mundo, 28 outubro de 2017, online. Disponível em: < https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/patrulha-do-mbl-quer-impedir-palestra-de-filosofa-americana-em-sp/>. Acessado em: 11/03/2019.

Petição online. Cancelamento da palestra de Judith Butler no SESC Pompei. Citizengo, 26 de outubro de 2017. Disponível em: . Acessado em: 11/03/2019.

POCAHY, F.; OLIVEIRA, R.; IMPERATORI, T. Cores e dores do preconceito: entre o boxe e o balé. In: LIONCO, T.; e DINIZ, D. Homofobia & Educação: um desafio ao silêncio. Brasília: Letras Livres - EdUnB, 2009, p. 115-132.

POCAHY, F. A. O clamor da diferença letal: educar em estado de exceção. REVISTA ÑANDUTY, v. 6, p. 9-22, 2018.

POCAHY, F. A. Políticas públicas como políticas de subjetivação: direitos humanos e paixão pelo devir. In: ROCHA, M. A. (Org.). Coleção Outros Olhares - Direitos humanos, sociedade e política. 1ed. Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora, 2016, v. 1, p. 77-84.

ROLNIK, S. Cartografia Sentimental: Transformações contemporâneas do desejo. Porto Alegre: Sulina; Editora da UFRGS, 2ª edição, 2016.

Rolnik, S. Toxicômanos de identidade. Subjetividade em tempo de globalização. In Daniel Lins (org.): Cultura e subjetividade: Saberes Nômades. Papirus, Campinas 1997; p.19-24.

RIBEIRO, M. R. F.; CARVALHO, F. S. P.; SANTOS, R. Ambiências híbridas-formativas na educação online: desafios e potencialidades em tempos de cibercultura. Revista Docência e Cibercultura, v. 2, n. 1, p. 1-13, 2018.

SEPOM - Secretaria De Políticas Para Mulheres. Feminicídio e impunidade. Facebook, 08 de março de 2018. Disponível em: < https://www.facebook.com/sepomsl/photos/a.657053277732597/1425977564173494/?type=3&permPage=1>. Acessado em: 11/03/2019.

TEIXEIRA, Z. E. As pérolas do domingo de votação na Câmara: A votação para o processo de impeachment na Câmara reuniu algumas das melhores frases do ano na política Revista Época, 18 de abril de 2016, online. Disponível em: https://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/04/perolas-do-domingo-de-votacao-na-camara.html Acessado em: 14/03/2018.

TV Verdade. Bolsonaro diz que "tem que fuzilar" quem fez a exposição Queermuseu. YouTube, 15 set. 2017, 59s. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=87lpZzgG38g>. Acessado em: 16/04/2018.

Tem Local. Homofobia na faculdade de Medicina da UFRJ denunciada por um aluno. Facebook, 30 de março de 2018. Disponível em: . Acessado em: 11/03/2019.

Veja frases dos deputados durante a votação do impeachment. Folha de São Paulo, 17 de abril de 2016, online. Disponível em: < http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/04/1762082-veja-frases-dos-deputados-durante-a-votacao-do-impeachment.shtml>. Acessado em: 14/03/2018




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2020v8n2p47-66


Indexada em: