SEXUALIDADE DA MULHER E TABU NO AMBIENTE ESCOLAR: UMA REVISÃO DA LITERATURA

Sônia Beatriz dos Santos, Isadora Faria Lacerda

Resumo


O presente artigo se constitui numa revisão bibliográfica sobre a sexualidade da mulher vivenciada no ambiente escolar como um tabu. Foi realizada no banco de teses e dissertações da CAPES e da Base Scielo de periódicos. Ao analisar a produção acadêmica encontrada, observou-se que a sexualidade da mulher ainda é vista como tabu dentro das escolas e bastante invisibilizada no meio acadêmico. Conclui-se que há um longo caminho a ser percorrido e a necessidade urgente de mudanças por parte das instituições educacionais.

Palavras-chave


Sexualidade; Mulher; Ambiente Escolar

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: apresentação dos temas transversais, ética. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL Brasília: MEC/SEF, 1997.

CEPESC; SPM. Gênero e diversidade na escola: formação de professoras/es em Gênero, orientação Sexual e Relações Étnico-Raciais. Livro de conteúdo. Versão 2009. – Rio de Janeiro: CEPESC; Brasília: SPM, 2009.

CONCEIÇÃO, Sarasvati Yakchini Zridevi. EDUCANDO MULHERES, VENDENDO SAÚDE. Propagandas e outros textos de jornais curitibanos dos anos 1920. Paraná: UFP-PA, 2012, 163p. Dissertação (Mestrado) – Mestrado em Educação, Universidade Federal do Paraná, 2012.

COSTA, Priscila Caroza Frasson. Os patamares de adesão da escola à educação sexual. São Paulo: USP, 2012, 305p. Tese (Doutorado – Programa de Pós-Graduação em Educação/ Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2012.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia - Saberes Necessários à Prática Educativa. Coleção Saberes. 36ª Edição. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1996.

JOHNSON, Allan G. Dicionário de sociologia: guia prático da linguagem sociológica/Allan G. Johnson; tradução, Ruy Jungmann; consultoria, Renato Lessa. – Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

LOCKS, G. A.; YARED, Y. B. Educação e Sexualidade: a compreensão de professoras de Ciências e Biologia sobre a diversidade sexual. Florianópolis, Santa Catarina, v.13, n. 02, pp.155 -168, jul./dez. 2012.

LOPES, Alice Casimiro; MACEDO, Elizabeth. Teorias de Currículo. São Paulo: Cortez, 2011.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero e sexualidade: Pedagogias contemporâneas. Campinas, 2008.

_______. O Corpo Educado: Pedagogias da Sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

_______. Gênero, sexualidade e educação: Uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

MEAD, Margareth. Sexo e Temperamento. São Paulo: Editora Perspectiva, 2000.

MORAIS, Antônio José Pereira de. Diversidade Sexual na Escola: Rumos, possibilidades e desafios. Petrópolis: UCP-RJ, 2012, 110p. Dissertação (Mestrado) - Mestrado em EDUCAÇÃO, Universidade Católica de Petrópolis, 2012.

MORENO, Montserrat. Como se Ensina a Ser Menina: o sexismo na escola. São Paulo: Moderna; Campinas: Editora da Universidade Estadual de Campinas, 1999.

SANTOS, L. P. B. dos. Mulheres e revistas: a dimensão educativa dos periódicos femininos Jornal das Moças, Querida e Vida Doméstica nos anos 1950. Rio de Janeiro: UERJ-RJ, 2011, 170p. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2011.

SILVA, C. F. S. A MULHER DEVE SER BELA, DEVE TER GRAÇAS E ENCANTOS: educação de salão na São Luís republicana (1890-1920). Maranhão:-MA, 2011, 157p. Dissertação (Mestrado) – Mestrado em Educação, Universidade Federal do Maranhão, 2011.

SILVA, O. A. da. Educação sexual no ensino de ciências: um estudo com foco nos professores. Paraná: UFP-PA, 2011, 121p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Setor de Educação, Universidade Federal do Paraná, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2020v8n2p147-160


Indexada em: