O DISCURSO DE OLAVO DE BILAC NA REVISTA “A ESCOLA” E O PAPEL DO PROFESSOR

Nilvan Laurindo Sousa, Lucia Mara de Lima Padilha, Vera Lucia Martiniak

Resumo


Dada à relevância da imprensa e a sua crescente produção científica no campo da História da Educação este texto tem como objetivo analisar como a imprensa paranaense difundiu e enfatizou o papel do professor na difusão dos ideais liberais. Definiu-se como fonte primária o discurso proferido por Olavo Bilac na Revista A Escola no ano de 1921. Ao analisar o discurso de Bilac aliado aos princípios da doutrina liberal buscou-se salientar que os pressupostos ideológicos influenciaram a organização da sociedade brasileira na primeira República. Essa influência deu-se principalmente no setor educacional, o qual é um dos responsáveis pela transmissão e manutenção da ideologia dominante. Buscou-se um referencial teórico-metodológico que possibilitasse a compreensão de algumas categorias fundamentais para a análise sobre o papel da imprensa, tais como: sociedade, ideologia e professor. O referencial teórico pautou-se em autores como Dermeval Saviani (1983, 2005, 2006 e 2008), Karl Marx (1979) e Carvalho (1989). Constatou-se que o projeto da revista “A Escola” não se direcionava ao propósito emancipador dos sujeitos, coube a educação neste projeto republicano o papel de naturalizar as desigualdades e a manutenção delas.

Palavras-chave


Educação; Professores; Imprensa; Olavo Bilac.

Texto completo:

PDF

Referências


BASTOS, T. A província: estudo sobre a descentralização do Brasil. São Paulo. Ed. Nacional, 1975.

BILAC, O. A defesa nacional (discursos). Rio de Janeiro: Edição da Liga de Defesa Nacional. 1917.

BILAC, O. O professor primário. A Escola. Curitiba, 1921, pp 1-1.

CARVALHO, M. M. C. A escola e a República. São Paulo: Brasiliense, 1989.

CAVAZOTTI, M. A. O projeto republicano de educação nacional na versão de José Veríssimo. São Paulo: Annablume, 2003.

FARIA FILHO, L. M, & VEIGA, C. G. (orgs.). 500 anos de educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

MARACH, C. B. Inquietações Modernas: Discurso Educacional e Civilizacional no Periódico A Escola (1906 a 1910). Dissertação de Mestrado Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2007.

MARX, K., & ENGELS, F. A ideologia alemã. 2. ed., Livraria Editora Ciências Humanas Ltda. São Paulo, 1979.

NASCIMENTO, A. de O. Movimento escoteiro em Minas Gerais (1926-1930). Revista Brasileira de História, nº 7 jan/jun, 2004.

NORONHA, O. M. Relatório de pesquisa: ideologia, trabalho e educação na primeira república. Campinas, 2012.

PADIS, P. C. Formação de uma economia periférica: o caso do Paraná. São Paulo: HUCITEC; Curitiba: Secretaria da Cultura e do Esporte do Governo do Estado do Paraná, 1981.

PASQUINI, A. S.; TOLEDO, C. A. A. Historiografia da educação: a imprensa enquanto fonte de investigação. Interfaces Científicas – Educação. Aracaju, V. 2, N.3, p. 257 – 267, Jun. 2014.

REIS FILHO, C. dos. A educação e a ilusão liberal: origens do ensino público paulista. Campinas, SP: Autores Associados, 1995.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-Crítica: primeiras aproximações. 9. ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

SAVIANI, D. O legado educacional do “longo século XX” brasileiro. In: SAVIANI, D., ALMEIDA, J. S de, SOUZA, R. F. de, & VALDEMARIN, V. T. O legado educacional do século XX no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2006.

SAVIANI, D. História das ideias pedagógicas no Brasil. 2. Ed. Ver. E ampl. – Campinas, SP: Autores Associados, 2008.

SOUSA, N. L. O projeto republicano para a educação no Paraná e o processo de (des) mistificação de Júlia Wanderley. Ponta Grossa: UEPG-PR, 121 p. Dissertação (Mestrado em Educação) Universidade Estadual de Ponta Grossa, 2013.

SOUZA, R. F. de. Templos de civilização: a implantação da escola primária graduada no Estado de São Paulo: (1890-1910). São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1998.

TAMBARA, E. Civismo e Educação na Primeira República - João Simões Lopes Neto. História da Educação, ASPHE/FaE/UFPel, Pelotas, v. 13, n. 27 p. 279-292, Jan/Abr, 2009.

TRINDADE, E. M. de C, & ANDREAZZA, M. L. Cultura e Educação no Paraná. Curitiba: SEED, 2001.

WARDE, M. Liberalismo e educação. São Paulo: PUC-SP, 1984, 161p. Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 1984.

XAVIER, M. E. S. P. Poder Político e educação de Elite. 3.ed. São Paulo: Cortez, Autores Associados, 1990.




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2019v7n2p35–46


Indexada em: