DIÁLOGO SOBRE O FILME “NARRADORES DE JAVÉ”: IDENTIDADE, MEMÓRIA E GÊNERO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Marta Lícia Teles Brito de Jesus

Resumo


O artigo discute os conceitos de identidade, memória e gênero no filme Narradores de Javé. Esse filme foi escolhido devido a sua exibição recorrente em cursos de Formação de Professores. O referencial teórico-metodológico sustenta-se na Teoria das Representações Sociais e, do ponto de vista mais prático, através da análise de conteúdo. Como resultado, o filme apresenta de forma singular uma construção de memória e pertencimento identitário plurais, muito embora ainda seja preciso superar estereótipos de gênero presentes na promissora abordagem alargada das narrativas apresentadas para explicar o surgimento do povoado retratado, levando-se em consideração o pertencimento de gênero, de etnia e de classe.

Palavras-chave


Identidade. Memória. Gênero. Cinema. Formação de Professores.

Texto completo:

PDF

Referências


BERGER, Peter L & LUCKMANN, Thomas. A Construção da Realidade Social. Petrópolis, Vozes, 24 ed, 2004 (tradução: Floriano de Souza Fernandes).

_____, BERGER Brigitte. Socialização: como ser um membro da sociedade. In FORACCHI, M, MARTINS, José de S. In: Sociologia e Sociedade: leituras de introdução à Sociologia. Rio de Janeiro, LTC, 2007.

CASTELLS, Manuel. O Poder da Identidade: a era da informação, economia, sociedade e cultura. 6 ed, v II, São Paulo, Paz e Terra, 2008.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

JODELET, Denise. Les Représentations Sociales. 6. ed. Paris, Press Universitaire de France, 1999.

MOSCOVISCI, Serge. Sobre a subjetividade social. In: Sá, Celso Pereira de Sá (org). Imaginário e Representações Sociais. Rio de Janeiro, Museu da República, 2005.

LOPES, Denise. A mulher no cinema segundo Ann Kaplan. Entrevista realizada com Elizabeth Ann Kaplan para o curso “A construção do olhar”, durante o Seminário “A mulher no filme noir”, realizado na UFF, sob a coordenação do curso de pós-graduação em Comunicação, Imagem e Informação (referência incompleta).

LE GOFF, Jacques. História e Memória: II Volume. Edições 70, Lisboa, Portugal, 2000 (Tradução Ruy Oliveira).

LOPES, Maria I. Vassallo. Televisões, nações e narrações: para uma revisão das identidades culturais em tempos de globalização. In: Revista USP, São Paulo, n. 61, p 30-39, mar-mai, 2004

MAGNABOSCO, Maria Madalena. Mal-estar e subjetividade feminina. In Revista Mal-estar e Subjetividade. Fortaleza, n. 2, p. 418 – 438, set. 2003. Disponível em . Acesso em: 14 out. 2017.

MATOS, Maria Izilda Campos de. História das Mulheres e das Relações de Gênero: campo historiográfico, trajetórias e perspectivas. Mandrágora, v.19. n. 19, 2013, p. 5-15 Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/MA/article/viewFile/4503/3796 Acesso em: 05 dez. 2016

MELO, Luís Alberto. Intelectuários e a Barca do Atraso em Narradores de Javé. Contracampo Revista de Cinema. 58. Disponível em: http://www.contracampo.com.br/58/javemorris.htm . Acesso em: 18 nov. 2016

MOURA, Milton. Identidades. In: Rubim, Antonio Albino Canelas (org.). Cultura e atualidade. Salvador: Edufba, 2005. p. 77-91.

MORIN, Edgar. As estrelas de cinema. Lisboa, Portugal, Livros Horizonte, 3 ed, 1980 (Coleção Horizonte de Cinema).

SOARES, Murilo Cesar. Representações da cultura midiática: para a crítica de um conceito primordial. In Anais XVI Encontro da Associação Nacional de Programas de Pós-graduação em Comunicação, na UTP, em Curitiba, PR, em junho de 2007.

PENAFRIA, Manuela. Análise de Filmes – Conceitos e Metodologia(s). Anais do VI Congresso SOPCOM, abril de 2009.

SCOTT, Joan. “Gênero: uma categoria útil de análise histórica”. In: Revista Educação e Realidade. Porto Alegre: UFRGS, 1990.

SÁ, Celso Pereira de. Núcleo central das representações sociais. 2. ed. Petrópolis, Vozes, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2018v7n1p149–160


Indexada em: