DISPOSITIVOS DIGITAIS E APRENDIZAGEM UBÍQUA: UM EXPERIMENTO COM A INVERSÃO DE SALA DE AULA

Kaio Eduardo de Jesus Oliveira, André Luiz Alves, Cristiane de Magalhães Porto

Resumo


Este trabalho tem como objetivo geral discutir a relação
entre tecnologias digitais, novas formas de ensinar
e aprender por meio da metodologia de sala de
aula invertida. Na elaboração deste texto, nos pautamos
em dois tipos de pesquisa distintos: a pesquisa
bibliográfica, para articular conceitos e ideias pertinentes
à temática, utilizando autores como Lucia Santaella
(2010, 2013); André Lemos (2007, 2009, 2013);
e a pesquisa etnográfica com o objetivo de analisar
por intermédio da observação participante a construção
do processo educativo mediado por tecnologias
digitais em uma turma da disciplina Produção Textual
II, do curso de Comunicação Social da Universidade
Tiradentes – UNIT, Sergipe. Por meio desta pesquisa
pode-se constatar que os dispositivos digitais articulados
a Internet possibilitam novas formas de ensinar
aprender e permitem a articulação de novas metodologias
de ensino. Além disso, transformam o processo
comunicacional e social dos indivíduos, possibilitando
também o acesso ilimitado à informação em qualquer
lugar e a qualquer hora, criando espaços e aprendizagens
ubíquas por processos híbridos.

Palavras-chave


Dispositivos Móveis. Sala de Aula Invertida. Educação. Aprendizagem Ubíqua.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2017v5n2p53-62


Indexada em: