DISPOSITIVOS TECNOLÓGICOS E AS TRANSFORMAÇÕES DAS PRÁTICAS DE APRENDIZAGEM DE JOVENS

Caio Mário Alcântara, Luiz Rafael Andrade, Marília Gabriele Melo, Ronaldo Linhares

Resumo


O artigo tem como objetivo fazer um estudo acerca das transformações das práticas de aprendizagem de jovens proporcionadas pelo uso de dispositivos tecnológicos enquanto recursos pedagógicos, tendo como base os estudos apresentados nos GT´s Educação e Comunicação no ANPED e Comunicação e Educação no Intercom durante os anos de 2004 e 2014. A pesquisa constrói reflexões que versam sobre as mediações culturais inseridas num contexto educacional pós-industrial, no qual as relações sociais se processam cada vez mais por intermédio de dispositivos da comunicação, como computadores, tablets e em especial, smartphones. Esse uso recorrente dos dispositivos tecnológicos tem produzido fenômenos antes desconhecidos e mostrado que o advento de novas ferramentas colabora com o desenvolvimento de novas habilidades culturais, em especial nos jovens estudantes.

Palavras-chave


Juventude; tecnologia; cultura; aprendizado

Texto completo:

PDF

Referências


BARBERO, J.M. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. 4ª ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2006.

BARBERO, J.M. Jóvenes: comunicación e identidade. In.: Pensar Iberoamérica revista de cultura, nº 0, fev. de 2002.

BARBERO, J.M. Tecnicidades, identidades, alteridades: desubicaciones y opacidades de la comunicación em el nuevo siglo. In.: Diálogos da Comunicação. Peru. 2002.

BLAIR, B.L.; et all. Cell Phone Decision Making: Adolescents' Perceptions of How and Why They Make the Choice to Text or Call. In.: Youth and Society, Thousands Oaks, n. 1, p. 1-17, 2013

BOTTENTUIT JÚNIOR, J.B.; COUTO, F. A. O uso das tecnologias de informação e comunicação no Ensino Fundamental II: um estudo com alunos e professores de uma escola em São Luís – MA. In.: Revista Educaonline, Rio de Janeiro, v. 6, n. 2, p. 51 – 93, 2012.

DELIUZE, G. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 1998.

FERREIRA, H.M.C. Dinâmicas de uma juventude conectada: a mediação dos dispositivos móveis nos processos de aprender-ensinar. 2014. 270 f. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2014.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se complementam. São Paulo: Cortez, 2003.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2011.

FISCHER, R.M.B. O dispositivo pedagógico da mídia: modos de educar na (e pela) TV. In.: Educação e Pesquisa, São Paulo, v.28, n. 1, p. 151-162, jan/jun 2002.

FOUCAULT, M. O sujeito e o poder. In: DREYFUSS, H.; RABINOW, P. Uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense, 1995.

GAIDULEWIEZ, L. El concepto de dispositivo en el pensamiento de Foucault. In.: SOUTO, M. et al. Grupos y dispositivos de formación. Buenos Aires: Universidad de Buenos Aires. 1999.

HARTLEY, J. Teaching, learning and new technology: a review for teachers. In.: British Journal of Educational Technology, Oxford, v. 38, n. 1, p. 42-62, 2007.

LEVY, P. O que é o virtual? São Paulo: Editora 34. 1ª ed. 1996.

LEVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34. 1ª ed. 1996.

PORTO, C.; SANTOS, E. Facebook e Educação: publicar, curtir, compartilhar. João Pessoa: Eduepb. 1ª ed. 2014.

REIG, D.; VÍLCHEZ, L.F. Los jóvenes en la era de la hiperconvectividad: tendências, claves y miradas. Madrid: Fundación Telefónica. 2013.

SANTAELLA, L. Potenciais desafios da sociedade informacional. Conferência magistral no 9º Congresso Mundial de Informação em Saúde e Bibliotecas. Salvador, BA, de 20 a 23 de setembro de 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2018v6n3p73-84


Indexada em: