A construção da identidade docente na educação a distância a partir do uso de tecnologias para a criação de vídeos

Angelica de Fatima Piovesan, Fabricia Teixeira Borges

Resumo


A combinação, educação e tecnologia nos possibilita investigar sobre a identidade docente. A educação a distância, mais especificamente, nos faz refletir sobre as possibilidades de usar a arte e a estética na construção dialógica docente-aluno. Para a produção deste artigo, utilizamos uma parte dos resultados obtidos na realização de um estudo de caso com um professor da educação presencial e a distância, no qual enfocamos, em um dos aspectos encontrados nas entrevistas, o que se refere à produção de vídeos, videopoemas e podcasts para a educação a distância e que contribuem para a construção da identidade do professor. Convidamos para participar desta pesquisa, um docente que atua na educação a distância, utilizando as tecnologias para a produção desses materiais de aula. Acreditamos que este professor tem como uma das suas características identitárias, a criação de personagens para atuar nos vídeos, podcasts, videopoemas ou mesmo nas vídeo-aulas,  e que a sua atuação diante das telas é semelhante à de um ator nos cinemas ou no teatro. Mudando a forma de trabalhar do professor e possibilitando refletir sobre sua atuação como uma nova perspectiva de ser professor, é possível criar outra forma de pensar esse professor como personagem da EAD. Entendemos que o personagem pode ser criado em diferentes situações da vida cotidiana e pode ser visto como uma das identidades assumidas em determinados momentos e circunstâncias por cada pessoa.


Palavras-chave


Educaçao; educação a distância; tecnologias

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2012v1n1p33-41


Indexada em: