O escotismo como associação voluntária no início do século XX: prática pedagógica extra-escolar

Ricardo Rocha Rabelo, Raylane Andreza Dias Navarro Barreto

Resumo


O Escotismo, prática educativa gestada como associação voluntária, surge no início do século XX paripassu com o processo de renovação pedagógica que se sedimentava na Europa e nos Estados Unidos. Fundamentava-se em princípios baseados na educação pelos sentidos. O presente artigo tem por objeto de estudo as obras acerca do Escotismo em especial aquelas que tratam de sua gênese e do escotismo como método pedagógico de educação extra-escolar. O objetivo é evidenciar o surgimento e o desenvolvimento desta prática pedagógica e analisá-la à luz do movimento das associações voluntárias, disseminadas na Europa e nos Estados Unidos, no final do século XIX. A pesquisa é do tipo bibliográfico e o seu trato é qualitativo. As fontes utilizadas são bibliográficas e apóiam, sobretudo, em textos do fundador do Escotismo, pesquisadores da temática e de militantes do Movimento escoteiro.


Palavras-chave


Associação voluntária. Escotismo. Prática educativa.

Texto completo:

PDF/X-1A


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2013v1n3p33-41


Indexada em: