ARTICULAÇÕES E USOS DO MATERIAL DIDÁTICO DE ESPANHOL EM ESCOLAS PÚBLICAS ESTADUAIS DE SERGIPE: (DES)ALINHAMENTOS COM AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE ENSINO?

Sandro Marcío Drumond Alves Marengo, Valéria Jane Siqueira Loureiro

Resumo


 Este artigo trata de uma investigação que envolve os

livros didáticos de espanhol do Programa Nacional do

Livro Didático (PNLD) do ano de 2012 e sua relação

com os documentos de políticas públicas que regem

o ensino do espanhol no Brasil. Os objetivos foram:

levantar como se fez a escolha do livro didático de língua

espanhola, fruto do PNLD 2012; apresentar como

esses instrumentos são usados/manuseados pelos

docentes nos espaços formais de aprendizagem; e

verificar se há um alinhamento do preconizado nas

Orientações Curriculares Nacionais para o Ensino Médio

– Conhecimentos específicos de Espanhol (OCEM)

e no Guia do Livro Didático (Guia do PNLD – Línguas

Estrangeiras Modernas), com as ações efetivas dos

professores em seus contextos de trabalho. Foram realizadas

entrevistas, de onde coletamos os dados para

uma análise qualitativa. Nossas conclusões apontam

para um desalinhamento expressivo entre o que está

escrito e o que é feito na prática no ensino de espanhol

em Sergipe.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2016v4n2p83-96


Indexada em: